Modelo de um Memorial justificado, para que possa ser utilizado como ferramenta complementar no ensino e aprendizagem do processo projetual nas disciplinas de Projeto de Arquitetura

Autores

  • Luiz Claudio Bassam Universidade de Cuiabá
  • Cilene Maria Lima Antunes Maciel Universidade de Cuiabá
  • José Serafim Bertoloto Universidade de Cuiabá
  • Maria das Graças Campos Universidade de Cuiabá
  • Léo Adriano Chig Universidade de Cuiabá

DOI:

https://doi.org/10.23899/relacult.v3i3.548

Palavras-chave:

Memorial justificativo., Projeto Arquitetônico., Disciplina de projeto

Resumo

Este artigo trata de um modelo de memorial justificativo que poderá servir de referência para auxiliar os alunos de arquitetura a descreverem e justificarem, de maneira sistemática, as razões para as decisões tomadas e que resultaram em uma solução arquitetônica. Servir de ferramenta complementar no ensino e aprendizagem do processo de projeto nas disciplinas de projeto de arquitetura. A linha de pensamento que orientou o desenvolvimento do memorial teve como base teórica o método desenvolvido por Neves e para a adoção do partido na arquitetura e conceitos abordados por Mahfuz, relacionados ao processo projetual.

Biografia do Autor

Luiz Claudio Bassam, Universidade de Cuiabá

Bacharel em Arquitetura. Mestrando em Ensino-PPGEn-da Universidade de Cuiabá –UNIC. Docente do Curso de Arquitetura e Urbanismo da UNIC. Cuiabá, MT. Brasil. luisarq.bassam@hotmail.com

Cilene Maria Lima Antunes Maciel, Universidade de Cuiabá

Doutora em Educação, Universidade Autônoma de Barcelona-ES. Docente da Universidade de Cuiabá–UNIC. Coordenadora do Curso de Mestrado em Ensino –PPGEn-UNIC. Cuiabá, MT, Brasil. cilenemlamaciel@gmail.com.br

José Serafim Bertoloto, Universidade de Cuiabá

Doutor em Comunicação e Semiótica pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2003). Professor titular da Universidade de Cuiabá, Departamento de Arquitetura e no Mestrado em Ensino. Colaborador no do Estudo de Cultura Contemporânea.serafim.bertoloto@gmail.com

Maria das Graças Campos, Universidade de Cuiabá

Doutora em Políticas Públicas e Formação Humana pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (2015). Professora titular dos cursos de Pedagogia e Serviço Social e do Programa de Pós-Graduação Em Ensino-UNIC/IFMT. Cuiabá. MT. Brasil. E-mail: mdgcampos@uol.com.br

Léo Adriano Chig, Universidade de Cuiabá

Doutor e Mestre em Agricultura Tropical pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT); Graduação em Agronomia pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). Docente do Curso de Mestrado em Ciências Ambientais da Universidade de Cuiabá – UNIC. Cuiabá, MT, Brasil. E-mail: leochig@gmail.com.br      

Referências

MAHFUZ, Edson. O clássico, o poético e o erótico e outros ensaios. Porto Alegre : Ritter dos Reis, 2002.

MANUAL DE CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE ARQUITETURA; ASBEA (Associação Brasileira dos Escritórios de Arquitetura). São Paulo: Pini, 2000.

NEVES, Laert Pedreira. Adoção do partido na arquitetura ensaios.3 ed. Bahia: Edufba, 2011.

NIEMEYER, Oscar. – vídeo OLHARES- NIEMEYER, O TRAÇO E O TEMPO PARTE 3 - documentário produzido pela TV Câmara – capturado em 18/06/2010. http://www.youtube.com/watch?v=WnKVZev8hn0&feature=related .

Downloads

Publicado

21/08/2018

Como Citar

Bassam, L. C., Antunes Maciel, C. M. L., Bertoloto, J. S., Campos, M. das G., & Chig, L. A. (2018). Modelo de um Memorial justificado, para que possa ser utilizado como ferramenta complementar no ensino e aprendizagem do processo projetual nas disciplinas de Projeto de Arquitetura. RELACult - Revista Latino-Americana De Estudos Em Cultura E Sociedade, 3(3). https://doi.org/10.23899/relacult.v3i3.548

Edição

Seção

Artigos - Fluxo Contínuo

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)