Capoeira: diálogo de saberes como possibilidade de valorização da (s) identidade (s) afro-brasileira (s) e do patrimônio imaterial

Autores

DOI:

https://doi.org/10.23899/relacult.v3i3.518

Palavras-chave:

Capoeira, Identidade, Saberes, Patrimônio Imaterial, Perspectivas, Educação, Cultura

Resumo

A presente reflexão tem o objetivo de apresentar a relevância da Capoeira como possibilidade de diálogo de saberes nas discussões contemporâneas em torno dos processos decoloniais, a partir do reconhecimento de seu caráter ancestral, intercultural e patrimonial imaterial, bem como de sua identidade libertária e de resistência. Bastante expressiva desde o período Colonial brasileiro, fortemente criminalizada e discriminada durante a Primeira República, atualmente a Capoeira está presente em mais de 160 países e em todos os continentes, desde sua internacionalização na década de 60 do século passado. A análise de documentos brasileiros como o Dossiê de Registro e Salvaguarda da Capoeira como Patrimônio Cultural do Brasil e o Estatuto da Igualdade Racial busca contribuir, primeiramente, para o fortalecimento da Capoeira, de seus saberes em encontro e de suas expressões, bens culturais legítimos, isto é, para a afirmação identitária africana do povo brasileiro, mas também de cada praticante de Capoeira. A organização dialógica dos saberes da capoeira, por meio das perspectivas de sua corporeidade, musicalidade, simbologia, história e historicidade, ritualidade e ancestralidade, contribui para o cuidado patrimonial, para a formação da identidade cultural afro-brasileira.

Biografia do Autor

Marcelo Pertussatti, Universidade Federal da Fronteira Sul

Mestrando em Educação (PPGE Stricto Sensu) na Universidade Federal da Fronteira Sul - UFFS - Campus Chapecó-SC (início 2016/2). Pós-graduado em Filosofia Clínica (Lato Sensu) pelas Faculdades ITECNE de Cascavel-PR (2013). Pós-graduado em Educação Integral (Lato Sensu) pela Universidade Federal da Fronteira Sul - UFFS Campus de Chapecó-SC (2012). Pós-graduado em Filosofia Clínica (Extensão) pelo Instituto Packter de Porto Alegre-RS (2011). Graduado em Educação Física (Licenciatura) pela Universidade do Oeste de Santa Catarina - UNOESC Campus de Xanxerê-SC (2012). Graduado em Filosofia (Licenciatura Plena) pela Universidade Comunitária Regional de Chapecó - UNOCHAPECO (2005). Graduado em Filosofia (Estudos Eclesiásticos) pelo Instituto Franciscano de Filosofia de São Boaventura - da Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil - em Campo Largo-PR (2000). No âmbito não formal é Graduado em Capoeira pela Companhia Capoeira Volta ao Mundo - Mestre Aloísio Ceará de Fortaleza-CE, em companhia de Mestre Pop - Grupo Aú Capoeira de Florianópolis-SC e de Mestre Paulão Ceará - Grupo Capoeira Brasil - Hungria, - em Caçador-SC (2010), bem como pela Associação Internacional Capoeira Artes das Gerais - Mestre Museu - em Belo Horizonte-MG (2008). Atua como Assistente Técnico Pedagógico da Escola Básica Municipal Santa Terezinha de Xaxim-SC, como Professor de Filosofia do Instituto de Filosofia Clínica Vale do Rio Uruguai de Chapecó-SC e como Coordenador de Capoeira e Cultura Afro da Escola de Arte e Cultura Comunidade Brasil de Xaxim-SC. Possui experiência em: ensino de Filosofia e Sociologia (Ensino Fundamental, Médio e Supletivo); desenvolvimento, apresentação de projetos e ensino de Capoeira em seminários de pesquisa e componentes curriculares na UNOCHAPECÓ, na UNOESC e na UFFS - nos cursos de Filosofia, Educação Física e Pedagogia; ensino de capoeira em escolas, centros culturais, centros socioeducativos, APAE e em eventos; organização de eventos de formação em Capoeira; elaboração, análise, cadastro, desenvolvimento, execução e prestação de contas de projetos e na captação de recursos na área pública. Atuou como: Diretor de Planejamento e Projetos, Gerente de Projetos Educacionais e Assessor de Projetos Socioeducativos do município de Xaxim-SC (Secretaria de Educação e Cultura-SMEC e Secretaria de Esportes e Lazer-SMEL); Coordenador Pedagógico do Programa Integração AABB Comunidade de Xaxim-SC (2010-2011) - Convênio SMEC-Xaxim/FNB/FENABB; Mentor e Coordenador do projeto/programa Capoeira e Inteligências Múltiplas (2005-2010) nas escolas básicas municipais da SMEC de Xaxim-SC; foi contemplado com o Prêmio Capoeira Viva - Edital 2007 - concedido pelo Ministério da Cultura/Fundação Gregório de Mattos de Salvador-BA. Ministrou palestras e cursos na área de capoeira em municípios da região oeste catarinense, da região centro-sul paranaense e em Santiago del Estero - Argentina. Ministrou palestras na área cultural, em conferências de cultura, no âmbito do Sistema Nacional de Cultura.

Referências

ABIB, Pedro Rodolpho Jungers. Capoeira Angola: cultura popular e o jogo dos saberes na roda. 2004. 173 f. Tese de Doutorado (Doutorado em Ciências Sociais Aplicadas à Educação)–Faculdade de Educação, Universidade Estadual de Campinas (SP), Campinas, 2004. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/resgate/article/view/8645622. Acesso em: 02 mai. 2017. (Tese).

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil: texto constitucional promulgado em 5 de outubro de 1988, com as alterações determinadas pelas Emendas Constitucionais de Revisão nos 1 a 6/94, pelas Emendas Constitucionais nos 1/92 a 91/2016 e pelo Decreto Legislativo no 186/2008. Brasília: Senado Federal, Coordenação de Edições Técnicas. 2016. 496 p. Disponível em: https://www2.senado.leg.br/bdsf/bitstream/handle/id/518231/CF88_Livro_EC91_2016.pdf?sequence=1?concurso=CFS%202%202018. Acesso em: 02 mai. 2017. (Legislação Completa)

_______. LDB n.° 9.394/1996; Lei n.° 10.693/2003; Lei n.° 11.645/2008. Disponível em: http://www.planalto.gov.br. Acesso em: 10 junho. 2017. (Legislação)

_______. Lei nº 12.288, de 20 de Julho de 2010 – Estatuto da Igualdade Racial. Brasília: Planalto, 2010c. Disponível em: www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2007-2010/2010/Lei/L12288. Acesso em: 09 mai. 2017. (Legislação)

CEPEUSP. XII Clínica de Capoeira - Saberes em encontro: unidade na diversidade. Imagem com Descrição. São Paulo. 2010. Disponível em:

http://clinicadecapoeira2010.wordpress.com/. Acesso em: 15 jun. 2017. (Site do Congresso)

GIL, Gilberto. Brasil, paz no mundo. Genebra (Suíça): Ministério da Cultura/ONU,

Vídeos. Disponível em: www.youtube.com/watch?v=C69hZYNhuv0 e

www.youtube.com/watch?v=PE6zcYZDOiE. Acesso em: 18 mar. 2017. (Vídeos do YouTube)

HALL, Stuart. A identidade cultural da pós-modernidade. 10. ed. Rio de Janeiro: DP&A, 2006. (Obra Completa)

INSTITUTO DO PATRIMÔNIO HISTÓRICO E ARTÍSTICO NACIONAL. Dossiê: Inventário para Registro e Salvaguarda da Capoeira como Patrimônio Cultural do Brasil. Brasília: IPHAN, 2007. Disponível em: http://portal.iphan.gov.br/portal/baixaFcdAnexo.do;jsessionid=957F9223953BDCCB0F4F37F5D2EC3254?id=1388. Acesso em: 09 mar. 2017. (Obra Completa em meio digital)

______________________________________________________________. Informação Patrimonial - O que é Patrimônio Imaterial? IPHAN: 2017a. Disponível em: http://portal.iphan.gov.br/bcrE/pages/conPatrimonioE.jsf?tipoInformacao=1. Acesso em: 09 mai. 2017. (Acervo Digital)

______________________________________________________________. Bens Registrados - Categoria (Consulta por) - Formas de Expressão - Ofício dos Mestres de Capoeira. Parecer 031/08. IPHAN: 2017b. Disponível em: http://portal.iphan.gov.br/bcrE/pages/folBemCulturalRegistradoE.jsf e http://portal.iphan.gov.br/pagina/detalhes/67. Acesso em: 09 mai. 2017. (Acervo Digital)

______________________________________________________________. Bens Registrados - Categoria (Consulta por) - Formas de Expressão - Roda de Capoeira. Parecer 031/08. IPHAN: 2017c . p.1. Disponível em: http://portal.iphan.gov.br/bcrE/pages/folBemCulturalRegistradoE.jsf e http://portal.iphan.gov.br/pagina/detalhes/66. Acesso em: 09 mai. 2017. (Acervo Digital)

LIMA, Lucia Correia. Mandinga em Manhattan: internacionalização da Capoeira. Rio de Janeiro: MC&G, 2016. 207p. (Obra Completa)

SANTOS, Boaventura de Sousa. A gramática do tempo: para uma nova cultura política. 3. ed. São Paulo: Cortez, 2010. (Coleção para um novo senso comum; v. 4). (Obra Completa)

SOARES, Carlos Eugênio Líbano. A capoeira escrava e outras tradições rebeldes no Rio de Janeiro (1808-1850). 2ª ed., revisada e ampliada. Campinas: UNICAMP, Centro de Pesquisa em História Social da Cultura, 2002. (Obra Completa)

Downloads

Publicado

31/12/2017

Como Citar

Pertussatti, M. (2017). Capoeira: diálogo de saberes como possibilidade de valorização da (s) identidade (s) afro-brasileira (s) e do patrimônio imaterial. RELACult - Revista Latino-Americana De Estudos Em Cultura E Sociedade, 3(3). https://doi.org/10.23899/relacult.v3i3.518

Edição

Seção

Artigos - Fluxo Contínuo