Uma Teorização Fronteriza: Descolonizações Epistêmico-Biográficas

Autores

  • Pedro Henrique Alves de Medeiros UFMS
  • Edgar Cézar Nolasco UFMS

DOI:

https://doi.org/10.23899/relacult.v3i3.504

Palavras-chave:

Fronteira, biolócus, crítica biográfica fronteiriça, cultura, epistemologia.

Resumo

A partir das teorizações propostas por Edgar Cézar Nolasco, à luz de Walter Mignolo, na obra Perto do coração selbaje da crítica fronteriza (2013) e no texto “Crítica biográfica fronteiriça”, o presente trabalho propõe delinear uma discussão teórica acerca da crítica biográfica fronteiriça. Essa teorização é pensada e erigida da fronteira-Sul (Brasil/Paraguai/Bolívia), isto é, fora do eixo cultural hegemônico dos saberes. Nesse sentido, a fronteira a qual nos referimos é tanto de ordem territorial quanto, sobretudo, epistemológica, imaginária. É um lugar de aproximação, mas também de distanciamento. Além disso, alguns conceitos como pensar a partir de, biolócus, desobediência epistêmica, razão subalterna e gnose liminar são substanciais para o debate proposto. Tais conceitos são basilares na medida em que corroboram em uma leitura na diferença e, como consequência, uma melhor compreensão do lugar que lemos e produzimos. Por fim, nossas leituras contribuem para uma melhor compreensão do lugar em que a crítica latino-americana e brasileira estão sendo pensadas hoje.

Referências

BHABHA, H. K. O local da cultura. Trad. Myriam Ávila, Eliana Lourença de Lima Reis, Gláucia Renate Gonçalves. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2013. 441 p.

MIGNOLO, W. Histórias locais/projetos globais: colonialidade, saberes subalternos e pensamento liminar. Trad. de Solange Ribeiro de Oliveira. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2003. 505 p.

NOLASCO, E. C. A (des)ordem epistemológica do discurso fronteiriço. In: CADERNOS DE ESTUDOS CULTURAIS: Ocidente/Oriente: migrações. v. 8, n. 15. Campo Grande: Editora UFMS, 2016. p. 47-66. (Artigo em Periódico)

NOLASCO, E. C. A razão pós-subalterna da crítica latina. In: CADERNOS DE ESTUDOS CULTURAIS: pós-colonialidade. v. 5, n. 9 Campo Grande: Editora UFMS, 2013, p. 09-22.

NOLASCO, E. C. Pântano. São Paulo: Intermeios, 2014. 110 p.

NOLASCO, E. C. Perto do coração selbaje da crítica fronteriza. São Carlos: Pedro&João Editores, 2013. 180 p.

NOLASCO, E. C.. Crítica biográfica fronteiriça (Brasil/Paraguai/Bolívia). In: CADERNOS DE ESTUDOS CULTURAIS: Brasil/Paraguai/Bolívia. v. 7, n. 14. Campo Grande: Editora UFMS, 2015, p. 47-63. (Artigo em Periódico)

Downloads

Publicado

31/12/2017

Como Citar

Alves de Medeiros, P. H., & Nolasco, E. C. (2017). Uma Teorização Fronteriza: Descolonizações Epistêmico-Biográficas. RELACult - Revista Latino-Americana De Estudos Em Cultura E Sociedade, 3(3). https://doi.org/10.23899/relacult.v3i3.504

Edição

Seção

Artigos - Fluxo Contínuo

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>