Interdisciplinaridade no ensino superior: desafios e diálogos na academia

Autores

  • Arthur Saldanha dos Santos Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG
  • Greiciele Soares da Silva Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG

DOI:

https://doi.org/10.23899/relacult.v3i1.370

Palavras-chave:

Ensino Superior, Interdisciplinaridade, Tradicionalidade.

Resumo

O objetivo do presente artigo, tendo em vista que a interdisciplinaridade  surge como uma perspectiva de leitura e compreensão de uma realidade cada vez mais complexa e multifacetada, consiste em esboçar um breve levantamento teórico de abordagens tradicionais no ensino superior em contraposição aos processos de formação interdisciplinar dos acadêmicos. Tais percepções evidenciam que a interdisciplinaridade não é um modismo pós-moderno, mas sim uma necessidade de integração de conhecimentos à formação não só acadêmica, mas sim humana e social. Dessa forma, este estudo utilizará a revisão teórica interdisciplinar, sendo dividido em algumas discussões: processos históricos e a tradicionalidade das Universidades; as novas conjunturas de formação acadêmica interdisciplinar; desafios e competências no processo formativo interdisciplinar no ensino superior e a formação docente.

Biografia do Autor

Arthur Saldanha dos Santos, Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG

Mestrando em “Sociedade, Ambiente e Território” pela Associação entre a Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG e a Universidade Estadual de Montes Claros – Unimontes. Bolsista pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES. Bacharel em Humanidades pela Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri – UFVJM. E-mail: arthur-ufvjm@hotmail.com 

Greiciele Soares da Silva, Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG

Mestranda no Programa de Pós Graduação em Sociedade, Ambiente e Território – PPGSAT associado Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG e Universidade Estadual de Montes Claros – UNIMONTES. Bacharel em Ciências Sociais – UNIMONTES.E-mail: greicytstsoares123@yahoo.com.br

Referências

FAZENDA, Ivani C. Arantes. Interdisciplinaridade: história, teoria e pesquisa. Campinas, SP: Papirus, 1994.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. 1. Ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra 1974.

ISAÍA, Silvia Maria de Aguiar. Desafios à docência superior: pressupostos a considerar. In: RISTOFF, D; SEVEGNANI, P. Docência na educação superior. Brasília: INEP. (Coleção Educação Superior em Debate), 2006, p. 65-86.

NASCIMENTO, Elimar Pinheiro do; PENA-VEGA, Alfredo; SILVEIRA, Márcio Antônio da. Organizadores. Interdisciplinaridade e Universidade no Século XXI. Brasília: Editorial Abaré, 2008.

PACHANE, Graziela Giusti. Teoria e prática na formação de professores universitários: elementos para discussão. In: RISTOFF, D; SEVEGNANI, P. Docência na educação superior. Brasília: INEP. (Coleção Educação Superior em Debate), 2006, p. 65-86.

SAVIANI, Dermeval. Escola e democracia: teorias da educação, curvatura da vara, onze teses sobre a educação política. 34 ed. Revista Campinas/SP, 2001.

SANTOS, Boaventura de Sousa. A universidade do século XXI: para uma reforma democrática e emancipatória da universidade. São Paulo: Cortez, 2004.

SANTOS, Boaventura de Sousa. Um discurso sobre a ciência. 3ª ed. São Paulo: Cortez, 2005.

VASCONCELOS, Eduardo M. Complexidade e pesquisa interdisciplinar. Epistemologia e metodologia operativa. Petrópolis: Vozes, 2002.

Downloads

Publicado

30/05/2017

Como Citar

dos Santos, A. S., & da Silva, G. S. (2017). Interdisciplinaridade no ensino superior: desafios e diálogos na academia. RELACult - Revista Latino-Americana De Estudos Em Cultura E Sociedade, 3(1), 05–16. https://doi.org/10.23899/relacult.v3i1.370

Edição

Seção

Artigos - Fluxo Contínuo