História, Memória, Identidades e políticas públicas: a singularidade da Fronteira Oeste do Rio Grande do Sul.

Autores

  • Ronaldo Bernadino Colvero Universidade Federal do Pampa - Unipampa
  • Marconi Severo Universidade Federal do Pampa - Unipampa
  • Alan Dutra de Melo Universidade Federal do Pampa/Universidade Federal de Pelotas http://orcid.org/0000-0002-3734-8727

DOI:

https://doi.org/10.23899/relacult.v2i4.368

Palavras-chave:

História, Identidade local, Políticas Públicas.

Resumo

                O objetivo deste artigo é estabelecer aproximações entre termos como a história, memória e identidade enquanto elementos importantes na compreensão das sociedades e políticas públicas, especialmente as de Fronteiras. Nesse sentido, percebe-se que as relações de poder instituídas ao longo do tempo pelas elites alteraram as relações entre Estado e sociedade, estabelecendo um novo contexto social nestas regiões. As políticas públicas em regiões de fronteiras necessitam de uma melhor compreensão da realidade social. Para isto, é importante intercalar nestas discussões os diferentes saberes de todas as áreas do conhecimento.

Biografia do Autor

Ronaldo Bernadino Colvero, Universidade Federal do Pampa - Unipampa

Doutor em História pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS). Professor adjunto IV da Universidade Federal do Pampa (Unipampa), Câmpus São Borja, no curso de Ciências Sociais – Ciência Política e Ciências Humanas. Professor do Programa de Pós-Graduação em Memória Social e Patrimônio da Universidade Federal de Pelotas (UFPel). Líder do grupo de pesquisa Relações de Fronteira: História, Política e Cultura na Tríplice Fronteira Brasil, Argentina e Uruguai

Marconi Severo, Universidade Federal do Pampa - Unipampa

Mestrando em Políticas Públicas da UNIPAMPA campus São Borja. Membro do grupo de pesquisa “Relações de fronteira: história, política e cultura na tríplice fronteira Brasil, Argentina e Uruguai”

Alan Dutra de Melo, Universidade Federal do Pampa/Universidade Federal de Pelotas

Professor Assistente II da Universidade Federal do Pampa - Câmpus Jaguarão. Doutorando em Memória Social e Patrimônio Cultural pela Universidade Federal de Pelotas (2014 - 2018) . Foi coordenador do Curso de Bacharelado em Produção e Política Cultural (2013-2014) e do Curso de Especialização em Culturas, Cidade e Fronteiras (2012). Professor nos Cursos de Bacharelado em Produção e Política Cultural e no de Tecnologia de Gestão em Turismo. Foi coordenador Programa de Educação Tutorial PET Produção e Política Cultural (2013-2015). Mestre em Memória Social e Patrimônio Cultural (UFPel). Especialista em Sociologia e Política (UFPel). Possui Graduação em Direito (UFPel). A área de atuação inclui as seguintes áreas: Patrimônio Cultural, Turismo Cultural, Paisagem Urbana, Plano Diretor, Cidade, Política Cultural, Educação Patrimonial e Direito Urbanístico. Desde 2015 é membro associado do Comitê Brasileiro do Conselho Internacional de Monumentos e Sitios ICOMOS Brasil e também pesquisador associado do Centro Latino-Americano de Estudos em Cultura CLAEC.

 

Referências

ANDERSON, Benedict. Comunidades imaginadas: reflexões sobre a origem e a difusão do nacionalismo. São Paulo: Companhia das Letras, 2008.

AROCENA, Rodrigo, GERARDO, Caetano. Sobre los futuribles del Uruguay internacional, hoy e ayer: Los desafios de uma mirada prospectiva. La Aventura Uruguaya: El País e El Mundo. 1.ed. Montevideo UY: Editorial Sudamerica S.A., 2011.

BERTÊ, Ana Maria A; et al. Perfil socioeconômico – COREDE Fronteira Oeste. Boletim Geográfico do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, n. 26, p. 296-335, fev. 2016. Disponível em: http://revistas.fee.tche.br/index.php/boletim-geografico-rs/article/viewFile/3741/3633. Acesso em: 17 out. 2016.

BORDIEU, Pierre. Sobre o Estado: cursos no Collége de France (1989-92)[edição estabelecida por Patrick Champagne[et. al.]] 1. ed. São Paulo: Companhia das Letras, 2014.

BRASIL. Arquivo Nacional. Ministério da Justiça e Cidadania. Acervo da guerra do Paraguai premiado com registro “Memória do mundo” da UNESCO. Disponível em http://www.arquivonacional.gov.br/banner-principal/267-acervo-da-guerra-do-paraguai-premiado-com-registro-memoria-do-mundo-da-unesco.html Acesso em: 12 dez. 2016.

CHAUI, Marilena. Cidadania cultural: o direito à cultura. 1. ed. São Paulo: Editora Perseu Abramo, 2006.

CHOAY, Françoise. O patrimônio em questão: antologia para um combate. Françoise Choay. Belo Horizonte, MG: Fino Traço, 2011.

CAMPIGOTO, José A. Narrativas e culturas de fronteira na América do Sul. História Revista, Goiânia, v. 13, n. 2, p. 379-409, jul./dez. 2008. Disponível em: http://www.revistas.ufg.br/index.php/historia/article/view/6643. Acesso em: 06 de maio de 2015.

CARDIN, Eric Gustavo. Para pensar as fronteiras: apontamentos iniciais para construção de uma teoria das fronteiras. Revista Geonorte, Edição Especial 3, V.7, N.1, p.1244-1256, 2013. Disponível em: http://www.revistageonorte.ufam.edu.br. Acesso em: 06 de maio de 2015.

CEOLIN, Lisianne S; COLVERO, Ronaldo B; SANTOS, Lia M. Processos de Integração na Fronteira: Mecanismos Adotados por São Borja (Brasil) e Santo Tomé (Argentina). Revista Intellector, Ano XII, Volume XIII, Nº 25 Julho/Dezembro de 2016, Rio de Janeiro. Disponível em: http://www.cenegri.org.br/intellector/ojs-2.4.3/index.php/intellector/article/download/100/69. Acesso em: 13 out. 2016.

COLVERO, Ronaldo B. Negócios na Madrugada: O comércio ilícito na fronteira do Rio Grande do Sul. Passo Fundo: UPF, 2004.

COLVERO, Ronaldo B; MAURER, Rodrigo F. (Orgs.) Missões em Mosaico: da interpretação à prática, um conjunto de experiências. Porto Alegre: Faith, 2011.

COLVERO, Ronaldo; RHODEN, Valmor; SEVERO, Marconi. Memoriais, cultura e política: simbologia das homenagens post mortem na comunidade são-borjense. MOUSEION, Canoas, n.22, dez. 2015, p. 177-194. Disponível em: http://www.revistas.unilasalle.edu.br/index.php/Mouseion/article/view/1981-7207.15.16/pdf. Acesso em: 10 out. 2016.

DAGNINO, Renato, COSTA, Greiner Do Estado Herdado ao Estado Necessário: uma visão sobre o desafio central da gestão pública. In. Gestão Estratégica em Políticas Públicas. COSTA, Greiner, DAGNINO, Renato, orgs. Campinas, SP: Editora Alínea, 2013. p. 15-33.

GARCIA, Fernando Cacciatore. Fronteira iluminada. História do povoamento, conquista e limites do Rio Grande do Sul a partir do tratado de Tordesilhas (1420-1920) Porto Alegre: Sulina, 2010.

GRUMAN, Marcelo. Estado moderno, políticas públicas e democracia cultural: o caso brasileiro. Coletânea de Políticas Públicas de Cultura: práticas e reflexões. Org. Lucio Rennó. Brasília: Universidade Católica de Brasília: Ministério da Cultura, 2011.

GUTIÉRRES, Ramon. Repensando el Patrimônio desde América Latina. Palestra IV Seminário Comemorativo Dia do Patrimônio. O Patrimônio e a Cidade: Leituras da Paisagem Urbana : 31 de ago. a 2 de set. de2016. Disponível em https://www.ufrgs.br/patrimoniohistorico/seminario/ acesso em 12/12/2016

HARTMANN, Luciana. Performance e experiência nas narrativas orais da fronteira entre Argentina, Brasil e Uruguai. Horizontes Antropológicos, Porto Alegre, ano 11, n. 24, p. 125-153, jul./dez. 2005. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-71832005000200007. Acesso em: 06 de maio de 2015.

HOBSBAWM, Eric J. Nações e nacionalismo desde 1780: programa, mito e realidade. Tradução: Maria Celia Paoli e Anna Maria Quirino – Rio de Janeiro: Paz e terra, 1990. (2008).

HOBSBAWM, Eric, RANGER, Terence.Orgs. A Invenção das Tradições. 9.ed. São Paulo: Paz e Terra, 2014.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Dados gerais. Acesso em 12 de dez. de 2016.

INSTITUTO DO PATRIMÔNIO HISTÓRICO E ARTÍSTICO NACIONAL. TAVA MIRI São Miguel Arcanjo, Sagrada Aldeia de Pedra: os Mbyá-Guarani nas Missões. Org. José Otávio Catafesto de Souza et. al. 1. ed. Porto Alegre, 2007.

JOVINO, Danilo; SEVERO, Marconi; COLVERO, Ronaldo B. O que um patrimônio tem para nos contar? In: MARTINS, Tiago. (org.). Política e economia da cultura e os gastos públicos municipais: um estudo na Região das Missões - RS [recurso eletrônico]. EDUNISC: Santa Cruz do Sul, 2016. Disponível em: www.unisc.br/edunisc. Acesso em: 17 out. 2016.

LUZ, Milton. A história dos símbolos nacionais: a bandeira, o brasão, o selo e o hino. Brasília: Senado Federal, Secretaria Especial de Editoração e Publicações, 1999 (1° edição). Reimpressão, 2005.

MAESTRI, Mario. Breve história do Rio Grande do Sul: da pré-história aos dias atuais. Passo Fundo: ed. Universidade de Passo Fundo, 2010.

MARTINS, José de Souza. Brasília: arquitetura moderna do Brasil arcaico. A política do Brasil: lúmpen e místico. São Paulo: Contexto, 2011.

OLIVEN, Ruben George. Rio Grande do Sul, um só estado, várias culturas. Expressões da Cultura Gaúcha. Santa Maria: Ed. UFSM, 2010.

PIPITONE, Ugo. Ciudades, Naciones, Regiones: Los espacios institucionales de la modernidad. 1. ed. México, D.F.: FCE, 2003.

PESAVENTO, Sandra. Missões, um espaço no tempo: paisagens da memória. Fronteiras do mundo ibérico: patrimônio, território e memória das Missões. Org. Sandra Jatahy Pesavento e Ana Lúcia Golzer Meira. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2007.

PENNAFORTE, Charles, RIBEIRO, Maria de Fátima Bento. Mercosul 25 anos: avanços impasses e perspectivas. Ed. Cenegri: Pelotas, 2016.

RECKZIEGEL, Ana Luiza S. A fronteira como marco das conexões políticas inter-regionais. Revista História: debates e tendências. vol. 3, n°.2. Passo Fundo: dezembro de 2002.

_______. História regional: dimensões teórico-conceituais.Revista História: debates e tendências. Passo Fundo, Vol. 1. N°. 1. Junho de 1999.

RIBEIRO, António Pinto. Uma identidade sem fronteiras. Público. Lisboa - Portugal, 2011. Acesso em: 12 de dez. 2016. Disponível em https://www.publico.pt/2011/08/04/culturaipsilon/noticia/uma-identidade-sem-fronteiras--291182

RIBEIRO, Darcy. O povo brasileiro: a formação e o sentido do Brasil. São Paulo: Companhia das Letras, 2006.

_______. A América Latina existe? Rio de Janeiro: Fundação Darcy Ribeiro; Brasília, DF: Editora UnB, 2010.

_______. Utopia Brasil. Org. Isa Ferraz. São Paulo: Hedra, 2008.

RUBINO, Silvana. O Patrimônio: História e Memória como reinvindicação e recurso. Agenda brasileira: temas para uma sociedade em mudança. André Botelho e Lilia Schwarcz(orgs). 1. ed. São Paulo: Companhia das Letras, 2011. p. 392-399

SANTOS, Boaventura de Souza. Modernidade, identidade e a cultura de fronteira. Rev. Tempo Social. USP, S. Paulo, 5(1-2): 31-52, 1993 (editado em nov. 1994). Disponível em: http://www.boaventuradesousasantos.pt/media/Modernidade%20Identidade%20Fronteira_TempoSocial1994.pdf. Acesso em: 06 de maio de 2015.

SANTOS, César Ricardo Simoni. A dinâmica territorial brasileira e a inversão da “tese da fronteira” na porção sul do novo mundo. Revista de Geografia Norte Grande, n° 47, 2010. Disponível em: http://www.scielo.cl/scielo.php?pid=S0718-34022010000300007&script=sci_arttext. Acesso em: 06 de maio de 2015.

SCHLEE, Aldyr. Integração Cultural Regional. Fronteiras culturais. Maria Helena Martins Org. 1. ed. Porto Alegre: Ateliê Editorial, 2002.

SECCHI, Leonardo. Políticas Públicas: Conceitos, Esquemas de análise, casos práticos. São Paulo: Contage Learning, 2010.

SILVA, Francisco Carlos Teixeira. Tradição e modernidade no agir político na América do Sul: a questão da crise de representatividade. Instituições Sul-americanas no tempo presente: caminhos da integração. 1. Ed. Rio de Janeiro: Mauad X, 2013.

SOUKI, Nádia. Hannah Arendt e a banalidade do mal. Belo Horizonte: Editora UFMG, 1998.

SOUZA, Celina. Políticas Públicas: uma revisão da literatura. Sociologias, Porto Alegre, ano 8, nº 16, jul/dez 2006, p. 20-45. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/soc/n16/a03n16. Acesso em: 30 ago. 2016.

VARINE, Hugues de. Raízes do futuro: o patrimônio a serviço do desenvolvimento local. 1ª Reimpresão – Porto Alegre: Medianiz, 2013.

VILLAR, Pilar Carolina, SANT’ANNA, Fernanda Mello. A água como fator de integração regional na América do Sul. América Latina no mundo: Desenvolvimento Regional e Governança Internacional. Ricardo Lagos Coord. São Paulo, Ed. USP, 2014. p.251-266.

Downloads

Publicado

31/12/2016

Como Citar

Colvero, R. B., Severo, M., & Dutra de Melo, A. (2016). História, Memória, Identidades e políticas públicas: a singularidade da Fronteira Oeste do Rio Grande do Sul. RELACult - Revista Latino-Americana De Estudos Em Cultura E Sociedade, 2(4), 666–684. https://doi.org/10.23899/relacult.v2i4.368

Edição

Seção

Dossiê - História, Memória e Identidades