O Carnaval de Jaguarão na Fronteira Brasil e Uruguai

dimensão cultural e econômica

Autores

  • Ângela Mara Bento Ribeiro
  • Carlos José de Azevedo Machado INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO https://orcid.org/0000-0001-6467-3720
  • Maria de Fátima Bento Ribeiro Universidade Federal de Pelotas
  • Marilú Ângela Campagner May

DOI:

https://doi.org/10.23899/relacult.v7i4.2202

Palavras-chave:

Patrimônio Cultural Imaterial, Carnaval de rua, Turismo, Economia

Resumo

Este texto tem como objetivo colocar em pauta o carnaval de rua de Jaguarão, situado no Rio Grande do Sul, Brasil, e fronteira com a cidade de Rio Branco, Cerro Largo, Uruguai, em suas dimensões culturais e econômicas. Para isso, fazemos um breve percurso histórico da natureza e do crescimento desta festividade na cidade cuja região de fronteira é um local enigmático em sua peculiaridade. De acordo com a Confederação Nacional do Comércio de Bens e serviços, milhares de turistas participam dessa manifestação popular, e a pesquisa realizada por esse órgão demonstrou que esse número só aumenta. Do exposto, as curiosidades que irrompem são as seguintes: I. como a cidade de Jaguarão chegou a esse carnaval de natureza específica? II. qual a tradição dessa folia? III. qual é a relação da festividade com a cidade vizinha do Uruguai? e, IV. como se dá a organização da festa, frente à proporção que tomou esse evento? Tais curiosidades relacionam-se ao dilema que apontamos: ampliada a entrada de capital, permitindo renda para centenas de famílias e de empresas de serviços durante a folia, e reconhecido o aumento constante de turistas, como pode ser melhorado o planejamento local para a recepção adequada a este evento? Consideramos, assim, no presente estudo, a teorização bakhtiniana sobre conceito de carnaval e de cultura popular, e as bases das políticas públicas culturais para que possamos construir a trajetória histórica que propomos e, assim, buscar indicar possibilidades de futuro ao carnaval Jaguarense.

Biografia do Autor

Ângela Mara Bento Ribeiro

Docente do Curso em Gestão do Turismo da Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA/campus Jaguarão/RS). Doutora em Linguística. E-mail: angetur.ribeiro8@gmail.com

Carlos José de Azevedo Machado, INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO

Docente Mestre de Filosofia do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul
(IFRS/campus Bento Gonçalves/RS). Mestre em Memória Social e Patrimônio Cultural pela Universidade
Federal de Pelotas (UFPEL); Pesquisador e Ativista Cultural (Sociedade Independente Cultural – SIC). E-mail: cjmaninho@gmail.com

Maria de Fátima Bento Ribeiro, Universidade Federal de Pelotas

Docente do curso de Relações Internacionais da Universidade Federal de Pelotas
(UFPEL/Pelotas/RS). Pós-doutorado em Sociedade, Cultura e Fronteiras pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná (UNIOESTE/Foz do Iguaçu/PR). E-mail: mfabento@hotmail.com

Marilú Ângela Campagner May

Docente do Curso em Gestão do Turismo da Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA/campus
Jaguarão/RS). Pós-doutorado em Geografia pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), E-mail:
mariluangela@gmail.com

Referências

ALBERGÁRIA, Roberto. disponível em: https://atarde.uol.com.br/bahia/salvador/noticias/1258151-espetacularizacao. Acesso em: 15 de maio, 2020.

A ORDEM, Jornal. Jornal A Ordem. Pelotas. 19 de fev., 1986. Disponível em: Museu de Comunicação Hipólito José da Costa (POA-RS) Código do título: 306. Acesso em: março., 2015.

A SITUAÇÃO, Jornal. Jornal A Situação. Pelotas. 18 de fev., 1924. Disponível em: Instituto Histórico e geográfico de Jaguarão. Acesso em: 12 de jul., 2016.

BAKHTIN, Mikhail M. A cultura da idade média e no renascimento: o contexto de François Rabelais. 8. ed., Tradução de Yara Frateschi Vieira. São Paulo: HUCITEC, 2013.

BENI, Mário C. Análise Estrutural do Turismo. São Paulo: Senac, 2019

CASTRO, Cleber A.; TAVARES, Maria G. Processos de Turistificação do Espaço do Patrimônio Cultural: um estudo no centro histórico de Belém do Pará. Turismo: Estudos & Práticas. Mossoró/RN, v.5, n.1, jan/jun. 2016.

CONFEDERAÇÃO NACIONAL DO COMÉRCIO DE BENS E SERVIÇOS. Disponível em: http://www.turismo.gov.br/últimas-notícias/12422-turismo-no-carnaval-terá-impacto-de-r$-6,78-bilhões-em-todo-o-país.html. Acesso em: 30 de ago., 2019.

CUNHA, Maria Clementina P. Ecos da Folia: uma história social do carnaval carioca entre 1880 e 1920. São Paulo: Companhia das Letras, 2011.

DIAS, Maria Lucia M. Turismo, transversalidade Curricular. Pelotas: Educat, 2004.

G1GLOBO. 2017, Disponível em: http://g1.globo.com/rs/rio-grande-do-sul/carnaval/2017/noticia/2017/02/salvador-do-sul-jaguarao-espera-reunir-30-mil-folioes-no-sul-do-rs.html. Acesso em: 15/04/2021

______. Disponível em: https://g1.globo.com/rs/rio-grande-do-sul/noticia/2019/03/02/conhecido-como-salvador-do-sul-carnaval-de-jaguarao-atrai-30-mil-pessoas-por-noite.ghtml. Acesso em: 15/04/2021.

GOOGLE IMAGENS. Foto aérea da entrada do trio elétrico no estreitamento da Avenida 27 de janeiro. 2016. Disponível em: google.maps. Acesso em: 04 de nov., 2019.

JAGUARÃO. Lei n. 6.102 de 07 de janeiro de 2015. Assunto da Lei. Diário Oficial da União.

MACHADO, Carlos José. O CONTRAPONTO, Jornal. Jaguarão. 14 de março, 2019. Disponível em: Biblioteca Alternativa Americando da Sociedade Independente Cultural (SIC). Jaguarão/RS. Acesso em 15/04/2021

______. O CONTRAPONTO, Jornal. Jaguarão. 21 de março, 2019. Disponível em: Biblioteca Alternativa Americando da Sociedade Independente Cultural (SIC). Jaguarão/RS. Acesso em 15/04/2021

______. O CONTRAPONTO, Jornal. Jaguarão. 04 de abr., 2019. Disponível em: Biblioteca Alternativa Americando da Sociedade Independente Cultural (SIC). Jaguarão/RS. Acesso em 15/04/2021.

MARCELINO, Bruno C.; Isac M.; SANTANA, Raicilane B. Cartografia da Cultura Fronteiriça: A Sociedade Civil e a Promoção das Políticas Culturais. Disponível em: http://docplayer.com.br/43107477-Cartografia-da-cultura-fronteirica-a-sociedade-civil-e-a-promocao-das-politicas-culturais-1.html. Acesso em 15/04/2021

NUNES, Juliana S. “Somos o Suco do Carnaval!” A Marchinha Carnavalesca e o Cordão do Clube Social 24 de Agosto. 2010. Monografia, Curso de Licenciatura em História da Universidade Federal de Pelotas. Pelotas, 2010.

SOARES, Eduardo S.; FRANCO, Sérgio F. Olhares sobre Jaguarão. Porto Alegre: Evangraf, 2010.

RICARDO, Janice A. O clube negro 24 de agosto: lugares de história e memória. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso, de PPC, Universidade Federal do Pampa. Jaguarão, 2010.

TRADIÇÃO REGIONAL, Jornal. Jornal Tradição Regional. Pelotas, 2013. Disponível em: http://www.jornaltradicao.com.br/site/content/cultura_e_turismo/index.php?noticia=493. Acesso em: 15/04/2021

Downloads

Publicado

27/09/2021

Como Citar

Ribeiro, Ângela M. B., Machado, C. J. de A. ., Ribeiro, M. de F. B., & May, M. Ângela C. (2021). O Carnaval de Jaguarão na Fronteira Brasil e Uruguai: dimensão cultural e econômica. RELACult - Revista Latino-Americana De Estudos Em Cultura E Sociedade, 7(4). https://doi.org/10.23899/relacult.v7i4.2202

Edição

Seção

Seminário Integrador : Turismo da Fronteira à Serra Gaúcha –Jaguarão Bento Go

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)