Iconotexto, ethos prévio, mostrado e dito

um imbricamento na capa Sobrevivendo no Inferno do Racionais Mc’s

Autores

DOI:

https://doi.org/10.23899/relacult.v8i1.2162

Palavras-chave:

Iconotexto. Ethos prévio. Ethos mostrado e dito. Sobrevivendo no Inferno. Racionais Mc’s.

Resumo

Este estudo tem como objetivo apresentar o iconotexto em correlação com o ethos prévio e com o ethos discursivo existentes na capa do livro Sobrevivendo no Inferno do grupo de rap paulista Racionais Mc’s. Desse modo, tomamos como discussão os postulados da análise de discurso de linha francesa, basicamente as ideias de Maingueneau (2020) e também as reflexões da imagem que o enunciador constrói de si, da Amossy (2016). Além das contribuições de Mariano (2014, 2020) para os estudos do ethos. Assim, consideramos que o iconotexto enquanto indissociação do visual/verbal também é inseparável do ethos prévio e do ethos mostrado/dito na materialidade analisada.

Biografia do Autor

Daniel da Rocha Silva, Unidade Municipal de Ensino Bráulio Cavalcante

Mestrando em Estudos Linguísticos (UFS); Especialista em Educação Especial e Inclusiva pela Faculdade Jardins (FAJAR); Especialista em Tecnologias e Educação Aberta e Digital pela Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Especialista em Linguística Aplicada na Educação pelo Instituto Graduarte; Graduado em Letras Vernáculas pelas Faculdades Integradas de Sergipe (FISE); Professor efetivo do ensino básico no município de Pão de Açúcar (AL). E-mail: danieldarochasilva@gmail.com

Márcia Regina Curado Pereira Mariano, Universidade Federal de Sergipe

Pós-Doutora em Língua Portuguesa (PUC - SP); Doutora em Filologia e Língua Portuguesa (FFLCH/USP); Professora Associada do Departamento de Letras, campus Itabaiana, da Universidade Federal de Sergipe (UFS) e docente do Programa de Pós-Graduação em Letras (PPGL/UFS); São Cristóvão, Sergipe, Brasil; E-mail: ma.rcpmariano@academico.ufs.br

Referências

ALMEIDA, Hutan do Céu de. Componentes identitários em iconotexto jornalístico quebequense através da tradução & para tradução. Orientador: Prof. Dr. Ronaldo Lima. Tese (Doutorado): UFSC, Centro de Comunicação e Expressão, Programa de Pós-Graduação em Estudos da Tradução. Florianópolis – SC, 2015. Disponível em: https://repositorio.ufsc.br/bitstream/handle/123456789/136478/336240.pdf?sequence=1&isisAllow=y Acesso em: 17 dez. 2020.

AMOSSY, Ruth. Da noção retórica de ethos à análise do discurso. In: AMOSSY, Ruth (Org.). Imagens de si no discurso: a construção do ethos. 2. ed. 3ª reimpressão. São Paulo: Contexto, 2016. p. 9 - 28.

AMOSSY, Ruth. O ethos na intersecção das disciplinas: retórica, pragmática, sociologia dos campos. In: AMOSSY, Ruth (Org.). Imagens de si no discurso: a construção do ethos. 2. ed. 3ª reimpressão. São Paulo: Contexto, 2016. p. 119 - 144.

ARISTÓTELES (384-322 a. C.). Retórica. Trad. Edson Bini. São Paulo: Edipro, 2011.

GARCÍA, Alberto García. El iconotexto, un nuevo modelo de construcción narrativa. Espéculo: Revista de Estudios Literarios, ISSN-e 1139-3637, nº. 16, 2000-2001. Disponível em: https://webs.ucm.es/info/especulo/numero16/agarcia.html Acesso em: 20 dez. 2020.

MAINGUENEAU, Dominique. Variações sobre o ethos. Trad. Marcos Marcionilo. 1. ed. São Paulo: Parábola, 2020.

MAINGUENEAU, Dominique. Ethos, cenografia, incorporação. In: AMOSSY, Ruth (Org.). Imagens de si no discurso: a construção do ethos. 2. ed. 3ª reimpressão. São Paulo: Contexto, 2016. p. 69 - 92.

MARIANO, Márcia R. C. Pereira. Brasil: o país do futebol? In: SILVA, Eliane B. da; SOBRINHO, Helson F. da S. Língua falada e escrita – reflexões e análises. Maceió: Edufal, 2014. p. 177 – 184.

MARIANO, Márcia R. C. Pereira. As funções do discurso epidítico na política e a imagem de si: análise do discurso da cerimônia de posse de Marcelo Déda. Revista Metalinguagens, v. 7, n. 1, julho de 2020, p. 240 - 264. Disponível em: http://seer.spo.ifsp.edu.br/index.php/metalinguagens/article/view/751 Acesso em: 13 dez. 2020.

OLIVEIRA, Acauam Silvério de. O evangelho marginal dos Racionais MC’s. In: Racionais

MC’s: Sobrevivendo no Inferno. 1. ed. São Paulo: Companhia das Letras, 2018.

OLIVEIRA, Leandro Silva de; SEGRETO, Marcelo; CABRAL, Nara L. S. Caetano. Vozes periféricas: expansão, imersão e diálogo na obra dos Racionais MC’s. Rev. Inst. Estud. Bras., São Paulo, n. 56, p. 101-126, jun. 2013. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rieb/a/7bqF8bDntmKLkRX3h6JVZpv/?format=pdf&lang=pt Acesso em: 01 out. 2021.

RACIONAIS MC’S. Sobrevivendo no inferno. 1. ed. São Paulo: Companhia das Letras, 2018.

VAN LEEUWEN, T. Multimodality. In: SIMPSON, J. (Ed.). The Routledge handbook of applied linguistics. New York: Routledge, 2011. p. 668-682.

Downloads

Publicado

15/04/2022

Como Citar

Silva, D. da R., & Mariano, M. R. C. P. (2022). Iconotexto, ethos prévio, mostrado e dito: um imbricamento na capa Sobrevivendo no Inferno do Racionais Mc’s. RELACult - Revista Latino-Americana De Estudos Em Cultura E Sociedade, 8(1). https://doi.org/10.23899/relacult.v8i1.2162

Edição

Seção

Artigos - Fluxo Contínuo