A mulher negra in(visível) entre o açúcar e o tabaco, do cubano Fernando Ortiz

Autores

  • Eliane da Silva UEMS - Cepegre UFF
  • Sandra Regina Marcelino Pinto

DOI:

https://doi.org/10.23899/relacult.v6i1.1851

Palavras-chave:

Mulher, Tabaco e açúcar, Cuba, Ortiz.

Resumo

A história e conhecimentos sobre o açúcar e o tabaco foram magistramente descritos pelo escritor Fernando Ortiz no Ensaio Contrapunteo Cubano del Azucar y del tabaco, de 1940. Diante das informações presentes na reunião dos textos deste eminente escritor, busco desenvolver neste artigo um contraponto que possa conectar mais de perto os dois produtos citados e a mulher negra, que outrora havia sido sequestrada de África para recomeçar, forçadamente, sua vida na América Latina. A indagação se dá pela não presença dessas mulheres, nominalmente, num enredo que se desenrola em Cuba, país tão repleto de africanos e seus descendentes.

  

Biografia do Autor

Eliane da Silva, UEMS - Cepegre UFF

Eliane da Silva. Doutoranda em Estudos de Literatura - Departamento de Estudos de Literatura.

  

Sandra Regina Marcelino Pinto

Mestra em Filologia e Língua Portuguesa pela USP/SP. Doutora em Língua Portuguesa pela PUC/SP. Professora de espanhol no Colégio São José dos Campos; São Paulo/SP, Brasil; eliane1silva@gmail.com

Referências

ADORNO, Theodore. O ensaio como forma. In Notas de Literatura I.São Paulo: Duas cidades. Ed. 34, 2003.

MORENO FRAGINALS, Manuel. El Ingenio. La Habana: Editorial Ciencias Sociales, 1980.

ORTIZ, Fernando. Contrapunteo Cubano del Tabaco y del Azucar. Habana: Universidad Central de Las Villas, 1963.

SKIRIUS, John. El ensayo hispanoamericano del siglo XX (Spanish Edition) (fourth).Tierra Firme, 1994.

Downloads

Publicado

02/06/2020

Como Citar

Silva, E. da, & Marcelino Pinto, S. R. (2020). A mulher negra in(visível) entre o açúcar e o tabaco, do cubano Fernando Ortiz. RELACult - Revista Latino-Americana De Estudos Em Cultura E Sociedade, 6(1). https://doi.org/10.23899/relacult.v6i1.1851

Edição

Seção

Dossiê: - Ser vidente e ser visível: mulheres-autoras, arte e cultura na América Latina