Veredas da leitura literária para a primeira infância: narrativas autobiográficas de uma escritora cearense

Autores

  • Ana Maura Tavares dos Anjos Universidade Federal do Rio Grande do Norte Faculdade do Maciço de Baturité - FMB

DOI:

https://doi.org/10.23899/relacult.v6i1.1843

Palavras-chave:

Letramento literário, Narrativa autobiografia, Valores

Resumo

A narrativa literária possibilita ao leitor infantil, através da arte, a compreensão sobre as experiencias da vida em sua complexidade. Desse modo, o presente trabalho de natureza qualitativa situa-se no âmbito da Pesquisa (auto)biográfica em Educação e tem como método de investigação a narrativa autobiográfica para a constituição do corpus da pesquisa. Nesse sentido, objetivamos dialogar sobre o letramento literário a partir de minha narrativa autobiográfica como escritora de obras de literatura infantil. O evidencia a importância das políticas públicas para o letramento e para a identificação, valorização e divulgação do trabalho de escritores e artistas. Os livros da coleção ‘De casa para a escola’ têm evidenciado a literatura como caminho profícuo para o desenvolvimento do letramento literário, da formação de valores e apontam veredas para o trabalho com o desenvolvimento de habilidades socioemocionais na primeira infância.

 

Biografia do Autor

Ana Maura Tavares dos Anjos, Universidade Federal do Rio Grande do Norte Faculdade do Maciço de Baturité - FMB

 

Referências

ALVES, Rubens. Ostra feliz não faz pérolas. 2. ed. São Paulo: Planeta, 2014.

ANJOS, Ana Maura Tavares dos. Semeando valores na escola e na família; ilustrações de Leonardo Filo et. Al. Fortaleza: Edições IPDH, 2014.

BARTHES, Roland, 1980. O rumor da língua. 2ª ed. São Paulo: Martins Fontes, 2004.

BARTHES, Roland. O Prazer do Texto. São Paulo: Editora Perspectiva, 1987.

BARROS. Manoel. Memórias inventadas. 1ª ed. Rio de Janeiro: Alfaguara, 2018.

BAUMAN, Zygmunt. Amor líquido: Sobre a fragilidade dos laços humanos. Rio de Janeiro: Zahar, 2004.

COELHO, Nelly Novaes. Literatura Infantil: Teoria, análise, didática. 1ª Ed. São Paulo: Ed. Moderna, 2000.

BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional- LDB. 9394/1996.

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Educação é a Base. Brasília, MEC/CONSED/UNDIME, 2017. Disponível em: < 568 http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC_publicacao.pdf>. Acesso em: 02 jun. 2019.

COLOMER, Teresa. Andar entre livros: a leitura literária na escola. São Paulo: Global, 2007.

EVARISTO. Conceição. Entrevista ao Nexo Jornal. In: LIMA, Juliana Domingos. Conceição Evaristo: ‘minha escrita é contaminada pela condição de mulher negra’ 26 de maio de 2017. Disponível em: <https://www.nexojornal.com.br/entrevista/2017/05/26/Concei%C3%A7%C3%A3o-Evaristo-%E2%80%98minha-escrita-%C3%A9-contaminada-pela-condi%C3%A7%C3%A3o-de-mulher-negra%E2%80%99 > Acesso em: 27/04/2020.

FREIRE, Paulo. A importância do ato de ler: em três artigos que se completam. São Paulo: Autores Associados: Cortez, 1989.

FREIRE, Paulo. Leitura do mundo, leitura da palavra. 7ª ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2015.

GOLEMAN, D. Inteligência Emocional. A teoria revolucionária que define o que é ser inteligente. 2ª ed. Rio de Janeiro: Objetiva, 2012.

PASSEGGI, Maria da Conceição. Narrativas da experiência na pesquisa-formação: do sujeito epistêmico ao sujeito biográfico. Roteiro, Joaçaba, v.1, p. 67-86, jan/abr. 2016.

PIAGET, Jean. O juízo moral na criança. São Paulo: Summus, 1994.

REYES, Yolanda. A casa imaginária: leitura e literatura na primeira infância. Global. 2011.

RICOUER, Paul. Interpretação e ideologias. Rio de Janeiro, F. Alves, 1990.

SOARES, Magda (2003) Letramento: um tema em três gêneros. Belo Horizonte: Autêntica, 2003

Downloads

Publicado

28/05/2020

Como Citar

Tavares dos Anjos, A. M. (2020). Veredas da leitura literária para a primeira infância: narrativas autobiográficas de uma escritora cearense. RELACult - Revista Latino-Americana De Estudos Em Cultura E Sociedade, 6(1). https://doi.org/10.23899/relacult.v6i1.1843

Edição

Seção

Dossiê: - Ser vidente e ser visível: mulheres-autoras, arte e cultura na América Latina