Arte-mediação: proposta outra para pensar mediação “cultural” no ensino de Arte

Autores

  • Kelly Queiroz dos Santos Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul
  • Marcos Antonio Bessa-Oliveira

DOI:

https://doi.org/10.23899/relacult.v6i6.1804

Palavras-chave:

Arte, Cultura, Educação, Mediação

Resumo

Este trabalho deseja (re)verificar os conceitos já estabelecidos de Mediação Cultural por pesquisadores de diversas áreas: teatro, dança e artes visuais. Esta necessidade surge ao entender que não é possível mediar culturas, mas o que se dá é uma troca de conhecimentos culturais, e a proposta aqui entendida como Mediação Artística – devido ao processo de (re)verificação do próprio conceito de Mediação “Cultural”, escolho em minha pesquisa chamar de “Artística” – se refere, em primeira instância, à criação de abordagens epistemológicas artístico-pedagógicas que visam a aproximação entre artista e espectador. A Arte-mediação aqui apresentada deseja ir além do objetivo da aproximação do sujeito-estudante das obras artísticas com seus respectivos artistas e da sensibilização prévia para a apreciação de uma produção artística específica. Com a Arte-mediação desejamos uma aproximação no ensino de Arte entre estudante, professor e conteúdo escolar, mas também ainda, após a mediação entre os sujeitos sociais do ensino de Arte, aproximar os estudantes de artistas e suas produções. Para (re)verificar a mediação “cultural” faz-se necessário discutir epistemologicamente os conceitos de Arte, Cultura, Educação e Conhecimento, utilizando-se, principalmente, de autores de perspectiva descolonial, para construir um pensamento outro sobre os conceitos em discussão, indo além dos já estabelecidos, mesmo que no imaginário social, pela colonialidade. Desejamos compreender a arte, a cultura, a educação, os conhecimentos e a mediação por uma perspectiva teórico-crítica cultural contemporânea, ancorada na ideia de que todo sujeito, lugar e narrativa fazem emergir conhecimento, utilizando uma abordagem bibliográfica que dialoga com as experiências em mediação da autora.

  

Biografia do Autor

Kelly Queiroz dos Santos, Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul

  

Marcos Antonio Bessa-Oliveira

 

Referências

BESSA-OLIVEIRA, Marcos Antônio. Enquanto esse velho trem atravessa... Biogeografias para descolonizar o ser, sentir e saber no ensino de artes visuais. In: CONFAEB - XXVII Congresso Nacional da Federação de Arte/Educadores do Brasil ; V Congresso Internacional dos Arte/Educadores ; II Seminário de Cultura e Educação de Mato Grosso do Sul, 2017, Campo Grande, MS. XXVII Congresso Nacional da Federação de Arte/Educadores do Brasil ; V Congresso Internacional dos Arte/Educadores ; II Seminário de Cultura e Educação de Mato Grosso do Sul. Campo Grande, MS: Federação de Arte/Educadores do Brasil, 2017. v. 1. p. 1878-1890.

BESSA-OLIVEIRA, Marcos Antônio. (De)corposição - carvão e tinta em corponeg(r)ado – exposição de desenhos e pinturas. In: Anais da Jornada de Artes da UEMS 2018: para que serve o ensino das artes na escola?. Anais. Campo Grande (MS) UEMS - Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, UUCG - Unidade Universitária Campo Grande, 2018. Disponível em: . Acesso em: 14/10/2018

CANDAU, Vera Maria. Multiculturalismo e educação: desafios para a prática pedagógica. In: MOREIRA, Antonio Flávio, CANDAU, Vera Maria (Orgs.). Multiculturalismo: diferenças culturais e práticas pedagógicas. 10. ed.. Petrópolis, RJ: Vozes, 2013, p. 13-37.

DESGRANGES, Flávio. Pedagogia do teatro: provocação e dialogismo. São Paulo: Hucitec, 2006.

DESGRANGES. Mediação teatral: anotações sobre o projeto Formação de Público. In: Urdimento. Florianópolis: Programa de Pós-Graduação em Teatro / CEART/UDESC, v.1, n. 10, 2008, p. 75-83.

FILLER, Zina. Mediação para dança contemporânea: um primeiro desafio para gestores, artistas e instituições culturais. In: Revista do centro de pesquisa e formação. São Paulo: Nov/2015. P. 135-145.

HISSA, Cássio E. Viana. (Org.). Conversações: de artes e de ciências. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2011. (Humanitas).

MIGNOLO, Walter D.. Desobediência epistêmica: a opção descolonial e o significado de identidade em política. Traduzido por: Norte, Ângela Lopes. In: Cadernos de Letras da UFF – Dossiê: Literatura, língua e identidade, no 34, p. 287324, 2008. Disponível em: http://www.uff.br/cadernosdeletrasuff/34/traducao.pdf – acessado em: 14 de outubro de 2018.

QUIJANO, Aníbal. Colonialidade do poder, Eurocentrismo e América Latina. In: CLACSO, Consejo Latinoamericano de Ciencias Sociales. A colonialidade do saber: eurocentrismo e ciências sociais. Perspectivas latino-americanas. Buenos Aires, 2005, p. 117-142. Disponível em: http://bibliotecavirtual.clacso.org.ar/clacso/sursur/20100624103322/12_Quijano.pdf – acessado em: 13 de outubro de 2018

QUIJANO, Aníbal. Colonialidade do poder e classificação social. In: SANTOS, Boaventura de Sousa Santos, MENESES, Maria Paula (Orgs). Espistemologias do Sul. Coimbra: Edições Almedina, 2009. p. 73-117.

REBOLO, Flavinês; BROSTOLIN, Marta Regina. Aprendendo a ser professor na contemporaneidade: os desafios de uma prática reflexiva e criativa. In: SANTINHO, Gabriela Di Donato Salvador, BESSA-OLIVEIRA, Marcos Antônio, CARVALHO, Patrícia Alves. Diversidade e arte na formação docente. Campo Grande, MS: Life Editora, 2017. p. 97-109.

Downloads

Publicado

30/04/2021 — Atualizado em 30/04/2021

Como Citar

Queiroz dos Santos, K., & Bessa-Oliveira, M. A. (2021). Arte-mediação: proposta outra para pensar mediação “cultural” no ensino de Arte. RELACult - Revista Latino-Americana De Estudos Em Cultura E Sociedade, 6(6). https://doi.org/10.23899/relacult.v6i6.1804

Edição

Seção

I - Congresso Internacional Online de Estudos sobre Culturas

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.