Técnicas Agrícolas: Territorialidades e Saberes

Autores

  • Kety da Costa Maciel Unipampa
  • Silvana Maria Gritti Unipampa

DOI:

https://doi.org/10.23899/relacult.v6i4.1754

Palavras-chave:

Técnicas Agrícolas, Territorialidade, Saberes do campo

Resumo

O presente trabalho visa apresentar um recorte do Projeto de Intervenção que está sendo desenvolvido junto ao Curso de Mestrado Profissional em Educação da Universidade Federal do Pampa sob o título: “As Técnicas Agrícolas na formação dos alunos do Campo” e que tem por tema o ensino e aprendizagem das Técnicas Agrícolas no contexto do campo. Seu desdobramento inicial trata de entender como a territorialidade onde a escola se insere reflete no currículo da escola, na visão dos estudantes. O objetivo da pesquisa é compreender como os saberes, conhecimentos e os fatores que determinaram a constituição do assentamento tem influenciado na formação do currículo do componente curricular denominado Técnicas Agrícolas. A metodologia adotada é qualitativa por meio da pesquisa-ação e sua primeira etapa foi a realização da pesquisa exploratória para constituição do diagnóstico orientador da ação. Para realizar esta investigação utilizou-se a aplicação de uma atividade de produção de relato no Google Drive, recurso tecnológico desenvolvido pela empresa/plataforma Google. Os resultados obtidos no diagnóstico apontam para a ausência da escola na relação com a produção da vida do campo. Fica perceptível a necessidade de uma educação que contemple as especificidades alicerçadas no Princípio Pedagógico da Educação no Movimento Sem-Terra “A realidade como base de produção do conhecimento”. Portanto, aponta-se a compreensão da especificidade desses vínculos entre território, terra, lugar e escola como um dos componentes da especificidade da formação de educadoras e educadores do campo.

Biografia do Autor

Kety da Costa Maciel, Unipampa

Mestranda em Educação pela Universidade Federal do Pampa

Silvana Maria Gritti, Unipampa

Doutora em Educação, Professora da Universidade Federal do Pampa

Referências

ARROYO, Miguel. A educação básica e o movimento social do campo. In: ARROYO, Miguel Gonzalez; FERNANDES, Bernardo Mançano (Orgs.). A educação básica e o movimento social do campo. Brasília: Articulação por uma Educação Básica do Campo, 1999. p. 13-52.

BRASIL. Resolução CNE/CEB 1, de 3 de abril de 2002. Institui Diretrizes Operacionais para a Educação Básica nas Escolas do Campo. Diário Oficial da União, Poder Executivo, Brasília, DF, 9 abr. 2002. Disponível em: http://pronacampo.mec.gov.br/images/pdf/mn_resolucao_%201_de_3_de_abril_de_2002.pdf. Acesso em: 29 dez. 2019.

______. Resolução nº 2, de 28 de abril de 2008. Estabelece diretrizes complementares, normas e princípios para o desenvolvimento de políticas públicas de atendimento da Educação Básica do Campo. Diário Oficial da União, Poder Executivo, Brasília, DF, 29 abr. 2008. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=11841-rceb002-08-pdf&category_slug=outubro-2012-pdf&Itemid=30192. Acesso em: 29 dez. 2019.

CALDART, Roseli Salete. Por uma educação do Campo: traços de uma identidade em construção. In: ARROYO Miguel; CALDART, Roseli; MOLINA, Mônica (Orgs.). Por uma educação do campo. Petrópolis: Vozes, 2004. p. 147-158.

MOVIMENTO DOS TRABALHADORES RURAIS SEM TERRA. Princípios da educação no MST. São Paulo, 1996.

PEDRAS ALTAS. Proposta curricular da Escola Neuza Brizola do ano de 2013. Pedras Altas, 2013.

SOUZA, Maria Antônia de; MARCOCCIA, Patrícia Correia de Paula; Educação do campo, escolas, ruralidades e o projeto PNE. Revista da FAEEBA – Educação e Contemporaneidade, Salvador, v. 20, n. 36, p. 191-204, jul./dez. 2011. Disponível em: https://www.revistas.uneb.br/index.php/faeeba/article/download/310/260. Acesso em: 29 dez. 2019.

THIOLLENT, Michel. Metodologia da pesquisa-ação. 18. ed. São Paulo: Cortez, 2011.

Downloads

Publicado

29/03/2020

Como Citar

Maciel, K. da C., & Gritti, S. M. (2020). Técnicas Agrícolas: Territorialidades e Saberes. RELACult - Revista Latino-Americana De Estudos Em Cultura E Sociedade, 6(4). https://doi.org/10.23899/relacult.v6i4.1754

Edição

Seção

V - Encontro Humanístico Multidisciplinar