Núcleos de Atendimento no Ifsul – Câmpus Pelotas: Uma reflexão sobre as Políticas Educacionais voltadas à diversidade acadêmica

Autores

  • Vívian Bonow Boeira Instituto Federal Sul-rio-grandense
  • Jair Jonko Araujo IFSUL

DOI:

https://doi.org/10.23899/relacult.v6i4.1752

Palavras-chave:

Diversidade, Inclusão, Núcleos, Políticas Afirmativas, Práticas.

Resumo

Resumo

O artigo refere-se a uma pesquisa de mestrado, em andamento, que tem por intuito investigar as estratégias utilizadas no IFSul – Câmpus Pelotas para colocar em prática as políticas afirmativas implantadas no Brasil relativas à inclusão. Busca-se, assim, compreender as ações voltadas em prol das diversidades, especificamente políticas voltadas para questões étnico-raciais, de deficiências físicas e de gênero, considerando o trabalho de três Núcleos de Atendimento – Núcleo de Apoio às Pessoas com Necessidades Específicas (NAPNE), Núcleo de Gênero e Diversidade (NUGED) e Núcleo de Estudos Afro-brasileiros e Indígenas (NEABI). A pesquisa propõe uma abordagem qualitativa, com referencial de Bogdan e Biklen (1994). A compreensão do contexto tem por base o levantamento documental, a partir de leis, decretos, documentos institucionais, entre outros textos que culminaram na regulação dessas práticas. De modo a compreender quais são as negociações, conflitos, influências e estratégias para as decisões e ações que envolvem discentes e servidores, no âmbito do Câmpus Pelotas, serão realizadas, na continuidade da pesquisa, entrevistas semiestruturadas com sujeitos participantes dos núcleos. O estudo encontra-se ainda em fase inicial, correspondente ao diagnóstico do contexto.

 

 

Biografia do Autor

Jair Jonko Araujo, IFSUL

Doutor em Educação

Referências

BALL, Stephen. Education Reform: a critical and post-structural approach. Buckingham: Open University Press, 1994.

BALL, Stephen. Performatividade, privatização e o pós-Estado do Bem-Estar. Educ. Soc. [online]. 2004, vol.25, n.89, pp. 1105-1126. ISSN 0101-7330.

BOGDAN, Roberto C.; BIKLEN, Sari Knopp. Investigação qualitativa em educação. Tradução Maria João Alvarez, Sara Bahia dos Santos e Telmo Mourinho Baptista. Porto: Porto Editora, 1994.

BRASIL. Constituição Federal de 1988. Promulgada em 5 de outubro de 1988. Disponível em <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituição.htm>. Acesso em: 15. dez. 2019.

BRASIL. Instituto Federal Sul-rio-grandense. Disponível em: <http://www.ifsul.edu.br/instituto>. Acesso em: 03.out.2019.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica. Programa TEC NEP - Educação, Tecnologia e Profissionalização para Pessoas com Necessidades Educativas Especiais. Brasília, DF, 2000a.

___. Declaração mundial sobre educação para todos. Plano de ação para satisfazer as necessidades básicas de aprendizagem. Tailândia, 1990.

FOUCAULT, M. O sujeito e o poder. In: Hubert L. Dreyfus e Paul Rabinow. MICHEL FOUCAULT. Uma Trajetória Filosófica. Para além do estruturalismo e da hermenêutica. 2ª. Edição Revista. Tradução de Vera Portocarrero e Gilda Gomes Carneiro. Introdução: Traduzida por Antonio Cavalcanti Maia. Revisão técnica de Vera Portocarrero. Coleção Biblioteca de Filosofia. Coordenação editorial: Roberto Machado. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2009.

HIPPLER, Aldair. Políticas públicas, ações afirmativas e a efetivação dos Direitos Humanos / Aldair Hippler. Orientado por: Mateus de Oliveira Fornasier. Ijuí: UNIJUÍ, 2015.

HÜSKEN, Rosane Bom. Paradigma Inclusivista. Pelotas: Universidade Católica de Pelotas, 2000 (Curso de Educação Especial a Distância - Módulos).

IFSUL. Resolução n° 51/2016. Regulamento da Política de Inclusão e Acessibilidade do IFSul. Disponível em: - resolução - 51- 2016. Acesso em: 07.10.2019.

______. Lei nº 11.892, de 29 de dezembro de 2008. Institui a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, cria os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia, e dá outras providências. Brasília, DF, 2008. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2008/lei/l11892.htm>. Acesso em: 02. dez. 2019.

MAINARDES, Jefferson. Abordagem do Ciclo de Políticas: uma Contribuição para a Análise de Políticas Educacionais. Educação & Sociedade, Campinas, vol. 27, n. 94, p. 47-69, jan./abr. 2006.

MINAYO, M. C. S. Técnicas de pesquisa: entrevista como técnica privilegiada de comunicação. In: ______. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. 12. ed. São Paulo: Hucitec, 2010. p. 261- 297.

MORAES, R.; GALIAZZI, M. C. Análise textual discursiva. 3. ed. Revisada e Ampliada. Ijuí: Editora Unijuí, 2016.

OLIVEIRA, Valéria dos Santos. Entre desafios e oportunidades: análise da política afirmativa educacional superior indígena na UFPR / Valéria dos Santos de Oliveira, orientador Rodrigo Rossi Horochovski – Paraná: UFPR, 2016.

ROCHA, Vânia Meneghini da. A educação especial nos institutos federais: o que dizem os planos de desenvolvimento institucionais? / Vânia Meneghini da Rocha; orientadora Dra. Rosânia Campos, co-orientadora Dra. Aliciene Fusca Machado Cordeiro– Joinville: UNIVILLE, 2016.

Downloads

Publicado

29/03/2020

Como Citar

Bonow Boeira, V., & Araujo, J. J. (2020). Núcleos de Atendimento no Ifsul – Câmpus Pelotas: Uma reflexão sobre as Políticas Educacionais voltadas à diversidade acadêmica. RELACult - Revista Latino-Americana De Estudos Em Cultura E Sociedade, 6(4). https://doi.org/10.23899/relacult.v6i4.1752

Edição

Seção

V - Encontro Humanístico Multidisciplinar