Travessias discursivas: intertextualidade e interdisciplinaridade no romance Netto perde sua alma, de Tabajara Ruas

Autores

  • Marcelo de Andrade Duarte Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

DOI:

https://doi.org/10.23899/relacult.v2i1.169

Palavras-chave:

Netto perde sua alma, Literatura e História, Romance Histórico, Novo Romance Histórico, Metaficção Historiográfica.

Resumo

A partir de uma leitura crítica das relações intertextuais promovidas por Netto perde sua alma pretende-se analisar o romance, de Tabajara Ruas, não só em seu diálogo interdisciplinar com a historiografia, mas também nas relações que a obra suscita com outros textos literários. Nesse caminho, percebe-se que a historiografia tradicionalmente trata os homens que participaram de guerras como semideuses, configurando-os apenas por suas ações e participações heroicas em conflitos políticos. Enquanto o romance Netto perde sua alma, sem deixar de incorporar ações heroicas de seu protagonista, privilegia a configuração de uma dimensão humana e humanizadora de sua personagem histórica, pois a faz refletir e questionar profundamente sobre tais ações.  Dessa forma, destacamos nessa leitura o processo de humanização que o romance de Tabajara Ruas promove de um personagem relevante da história do Rio Grande do Sul, o General Antonio de Souza Netto.

Metrics

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Marcelo de Andrade Duarte, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

Possui graduação em Licenciatura em Letras Português/Espanhol pela Universidade Federal do Pampa (2011); Mestrado em Letras - Literatura Comparada (2015) pela Universidade Federal de Pelotas, com bolsa CAPES. Atualmente é doutorando em Teoria da Literatura na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Literatura Comparada, atuando principalmente nos seguintes temas: literatura e história; memória; experiência histórica; literatura africana de língua portuguesa.

Referências

ALIGHIERI, Dante. A divina comédia; tradução de Fábio M. Alberti – Porto Alegre: L&PM, 2004.

ARISTÓTELES. Poética. Trad. Eudoro de Souza. São Paulo: Nova Cultural, 1987 [cap. IX].

BAKHTIN, Mikhail. Epos e romance. Questões de literatura e estética; a teoria do romance. Trad. Aurora Fornoni Bernardini et. al. São Paulo: Hucitec; UNESP, 1993 [pp. 397-428].

BORGES, Jorge Luis. Obras Completas. São Paulo: Globo, 1998.

CESAR, Guilhermino. História da literatura do Rio Grande do Sul. Porto Alegre: Globo, 1971.

GRÜTZMACHER, Lukasz. Las Trampas del concepto “la nueva novela histórica” y de la retórica de la historia postoficial. Acta Poética. México, D.F, v.27, n.1, pp. 141-168. 2006. Disponível em: <http://132.248.101.214/html-docs/acta-poetica/27-1/141-168.pdf>.

HUTCHEON, Linda. Poética do pós-modernismo: história, teoria, ficção. Trad. CRUZ, Ricardo. Rio de Janeiro: Imago Ed., 1991.

JAMESON, Fredric. O romance histórico ainda é possível? Trad. MADER, Hugo. Novos Estudos, n. 77 [online], março/2007, p. 185-203. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/nec/n77/a09n77.pdf>. Acessado em 23/07/2013.

LUKÁCS, Gyorgy. A forma clássica do romance histórico. O romance histórico. Trad. Rubens Enderle. São Paulo: Boitempo Editorial, 2011 [pp. 33-113].

MÁRQUEZ, Gabriel García. O General em seu labirinto. Rio de Janeiro: Record, 2000.

MATA INDURÁIN, C. "Retrospectiva sobre la evolución de la novela histórica". In: SPANG, K. et al. (Ed.) La novela histórica. Teoria y comentarios. Barañain,U.N. 1995, p.13-63.

MENTON, Seymour. La nueva novela histórica de la América Latina. México: Fondo de Cultura Económica, 1992 [pp. 26-66].

MIGNOLO, Walter. Lógica das diferenças e política das semelhanças: da Literatura que parece História ou Antropologia, e vice-versa. In. CHIAPPINI, Lígia & AGUIAR,

Flávio Wolf de. Literatura e História na América Latina. São Paulo: Edusp, 1993. p. 115-135

RUAS, Tabajara. Netto perde sua alma. 4º Ed. – Rio de Janeiro: Record, 2006.

SUSSEKIND, Flora. Literatura e vida literária. Rio de Janeiro: Ed. Jorge Zahar, 1985.

Downloads

Publicado

09/03/2016

Como Citar

de Andrade Duarte, M. (2016). Travessias discursivas: intertextualidade e interdisciplinaridade no romance Netto perde sua alma, de Tabajara Ruas. RELACult - Revista Latino-Americana De Estudos Em Cultura E Sociedade, 2(1), 229–242. https://doi.org/10.23899/relacult.v2i1.169

Edição

Seção

Dossiê - Literatura, Linguagens e Artes