Glossário de Medicina Natural: garrafadas vendidas na feira da 28 na cidade de Marabá/Pa-

Autores

  • Jucileide Barros de Loureiro Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará

DOI:

https://doi.org/10.23899/relacult.v5i2.1614

Palavras-chave:

garrafadas, léxico, medicina natural, terminologia.

Resumo

Este artigo nasceu a partir de um estudo sobre os termos utilizados para nomear as ervas e produtos da medicina natural vendidos na feira da folha 28, localizada no bairro Nova Marabá, na cidade de Marabá, sul do Pará. Dentre os diversos produtos naturais comercializados, podem-se encontrar as famosas garrafadas, que consiste em uma combinação de ervas, que, segundo o conhecimento popular, juntas promovem a prevenção, o tratamento e a cura de algumas enfermidades. Para guiar-nos nessa pesquisa, teremos como base conceitos básicos para os estudos terminológicos, tais como conceitos sobre Lexicologia, Lexicografia, Terminologia, Terminografia e fraseologia. É de grande importância o estudo e a criação de glossários, para que o léxico de diferentes áreas de atuação seja registrado. No caso deste trabalho, serão analisados os termos, que é um subconjunto do léxico. Os Termos são signos linguísticos de uma área de conhecimento especializado, chamado de Língua de Especialidades, e são o objeto de pesquisa e estudo da Terminologia. Após tomar conhecimento sobre essas teorias, será apresentado uma amostra do glossário de medicina natural com alguns exemplos de termos de garrafadas. Por fim será feita a análise da construção morfológica e semântica desses termos. O objetivo deste estudo é analisar a construção de termos de uma prática muito comum no Brasil e que está presente no cotidiano das pessoas; Observar as escolhas lexicais para a criação dos termos que nomeiam as garrafadas, bem como suas motivações semânticas é entender o contexto que cerca esta prática tão habitual na nossa sociedade. Além disso, deixar registrados esses termos provará a importância dos estudos lexicais, uma vez que o glossário poderá ser consultado e analisado em próximos estudos linguístico ou até mesmo da área da botânica e da medicina natural.

Biografia do Autor

Jucileide Barros de Loureiro, Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará

Mestranda em letras na Universidade do Sul e Sudeste do Pará. Professora de Língua Portuguesa do município de São João de Pirabas, e do Estado do Pará.

Referências

BARBOSA, Maria aparecida. Contribuição ao estudo de aspecto da tipologia de obras lexicográficas. in: Revista Ciência da Informação. Vol 24, n. 3, 1995.

BIDERMAN, Maria Teresa Camargo. Unidades complexas do léxico. in:

Estudos em homenagem ao Professor Doutor Mário Vilela, vol. 2, 2005, pag. 747-757 in http://ler.letras.up.pt/uploads/ficheiros/4603.pdf acessado em 26 de junho de 2018.

BEVILACQUA, Cleice Regina. Fraseologia: Perspectiva da língua comum e da língua especializada. Revista Língua e Literatura.V.6 e 7. nº10/11. p. 73-86. 2004/2005.

COSTA, Raquel Pires. Estudo linguístico no litoral maranhense: léxico e cultura dos pescadores do município de Raposa. Dissertação. UFMG. 2012

MACIEL, Anna Maria Becker. Quais são os rumos da terminologia no século XXI. in: ISQUERDO, Aparecida Negri, ALVES, Ieda Maria(orgs). AS CIÊNCIAS DO LÉXICO: Lexicologia, Lexicografia, Terminologia.vol III. UFMS. MS. 2007.

SHANLEY, Patricia. MEDINA, Gabriel. Frutíferas e Plantas Úteis na Vida Amazônica. Belém: CIFOR, Amazon, 2005.

Downloads

Publicado

26/09/2019

Como Citar

de Loureiro, J. B. (2019). Glossário de Medicina Natural: garrafadas vendidas na feira da 28 na cidade de Marabá/Pa-. RELACult - Revista Latino-Americana De Estudos Em Cultura E Sociedade, 5(2). https://doi.org/10.23899/relacult.v5i2.1614

Edição

Seção

Dossiê - Léxico, cultura e identidade