Iberescena: reflexões sobre uma ferramenta de fomento

Autores

  • Anderson Albérico Ferreira Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia
  • Dayenny Neves Miranda Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia

DOI:

https://doi.org/10.23899/relacult.v5i5.1560

Palavras-chave:

Fomento, Ibero-América, Cooperação Cultural, Iberescena, Políticas Culturais

Resumo

O presente trabalho pretende trazer uma breve reflexão e um exercício de ambientação ao programa de fomento às artes cênicas, denCominado Iberescena, que atualmente, pouco mais de dez anos após sua criação, beneficiou 518 projetos e movimentou cerca de cinco bilhões de euros com o financiamento dos projetos aprovados. Logo, tal programa se caracteriza como um dos principais artífices de fomento ao setor cultural, no âmbito ibero-americano. O objetivo central que se busca com esta pesquisa, é fomentar o estudo e as discussões acerca dessa ferramenta de fomento que tem ganhado cada vez mais destaque. Desta forma, o trabalho é centrado em dois esforços básicos: em linhas gerais, o primeiro consiste em apresentar o programa, abordando sobre sua criação e circunstâncias motes de sua criação; no segundo, busca-se problematizar e provocar questões sobre suas metodologias e operação.

Biografia do Autor

Anderson Albérico Ferreira, Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia

Bacharelando em Produção Cultural pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro (IFRJ).  Possui experiência na área de Extensão Universitária e interesse pelas áreas de Políticas e Gestão Cultural; Administração Pública da Cultura; Relações Internacionais e Culturas Hispânica e hispano-americana 

Dayenny Neves Miranda, Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia

Doutora pela Universidade Federal do Rio de Janeiro/UFRJ em Letras Neolatinas. Mestre pela Universidade Federal do Rio de Janeiro / UFRJ em Letras Neolatinas. Licenciada em Letras (Português-Espanhol) pela  Universidade Federal do Rio de Janeiro. Professora de Espanhol do Instituto Federal do Rio de Janeiro/ IFRJ-Nilópolis. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Literatura Hispano-americana, Língua Espanhola e Literatura espanhola. 

Referências

AGUIAR, Flavio Wolf de. A América Latina não existe. In: MARTINS, Maria Helena (Org.) Fronteiras Culturais - Brasil, Uruguai, Argentina. São Paulo: Ateliê Editorial, 2002. p. 65- 69.

BAYARDO, Rubens. ¿Cultura y desarrollo: Nuevos rumbos y más de lo mismo? In: NUSSBAUMER, Gisele Marchiori (Org.) Teorias e políticas da cultura. Salvador: EDUFBA, 2007. p. 67-94.

BENJAMIN, Walter. A obra de arte na era de sua reprodutibilidade técnica. In: __________. Magia e Técnica, Arte e Política: Ensaios sobre Literatura e História da Cultura. São Paulo: Brasiliense. 1994 p. 165-196.

BURITY. Joanildo. Cultura e desenvolvimento. In: NUSSBAUMER, Gisele Marchiori. Teorias e políticas da cultura: visões multidisciplinares. Bahia: EDUFBA, 2007. p.51-65.

CALABRE, L. Política cultural no Brasil: um histórico. In:_________(Org.). Políticas culturais: diálogo indispensável. Rio de Janeiro: Edições Casa de Rui Barbosa, 2005. p. 09-20. (Coleção aconteceu na Casa de Rui Barbosa, v 1)

EAGLETON, Terry. A ideia de cultura. São Paulo: Editora UNESP, 2011.

ELIAS, Norbert. O processo civilizador, volume 1: uma história dos costumes. 2. ed. Trad. Ruy Jungmann. Rio de Janeiro: Zahar, 2011.

FERNANDES, Antonio. A mudança cultural na sociedade moderna. Revista de Comunicação e Linguagem, n. 6, 1988.

FÉRRIZ, Ramón González & PONSÀ, Francesc Montserrat. Cooperación Cultural al desarrollo: herramientas para la reflexión. Barcelona: Líniazero Edicions/Fundació Casa Amèrica Catalunya, 2007.

FLORES, Alicia Pérez; MIGUEZ, Paulo César. A cooperação cultural na perspectiva da UNESCO: trajetória e expectativas. Políticas Culturais em Revista. v. 1, n. 8, p. 106-120, 2015. Disponível em:

HALL, Stuart. A centralidade da cultura: notas sobre as revoluções culturais do nosso tempo. Educação e Realidade. Porto Alegre, v. 22, n. 2, p. 15-46, jul./dez. 1997.

HERMET, Guy. Cultura e desenvolvimento. Trad. Vera Lúcia de Mello Joscelyne. Petrópolis: Vozes, 2002.

HOBSBAWM, Eric. Era dos extremos: o breve século XX (1914-1991). Trad. Marcos Santarrita. São Paulo: Companhia das Letras, 1995.

PACHECO, Carlos (org.) Iberescena 10 años: fondo de ayudas para las Artes Escénicas Iberoamericanas 2007-2017. Ciudad Autónoma de Buenos Aires: Inteatro, 2017.

RAMOS, Rúbia de Araújo. Sujeito na perspectiva de Alain Touraine. 151 p. Dissertação de Mestrado em Ciências Sociais. Universidade de Federal de São Paulo. Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Guarulhos, 2013.

SEGIB. Evaluación: Programa Ibero-americano de Cooperación. Santiago: Gestión y Contenido S.A., 2012.

VILLARINO, Julio; ZANABRIA, Juan Manuel. La cooperación cultural iberoamericana. Políticas Culturais em Revista, v. 2, n. 8, p. 243-259, 2015. Disponível em:

YUDÍCE, George. El recurso de la cultura: usos de la cultura en la era global. Trad. Gabriela Ventureira. Barcelona: Editorial Gedisa, 2002.

Documentos

URUGUAI. 4 de novembro de 2006. Declaración de Montevideo. XV Cumbre de Jefes de Estado. Disponível em: <http://www.iberescena.org/institucional/declaracion-montevideo> Acesso em: 02 agosto 2017.

URUGUAI. 2006. Regulamento de Funcionamiento del Programa IBERESCENA. Disponível em: <http://www.iberescena.org/institucional/normativa-organica> Acesso em: 02 agosto 2017

PARIS. 4 de novembro de 1966. Declaración de los Principios de la Cooperación Cultural Internacional. UNESCO. Disponível em: <http://portal.unesco.org/es/ev.php-URL_ID=13147&URL_DO=DO_TOPIC&URL_SECTION=201.html>. Acesso em: 20 maio 2018.

Sítios

Portal IBERESCENA. Disponível em: <http://www.iberescena.org>. Acesso em: 20 maio 2018.

Portal da Secretaría General Iberamericana. Disponível em: <https://www.segib.org/pt-br/> Acesso em: 20 maio 2018

Portal da Organização das Nações Unidas. A história da organização. Disponível em: <https://nacoesunidas.org/conheca/historia>. Acesso em: 20 maio 2018.

Portal da UNESCO. The Organization's history. Disponível em:<http://www.unesco.org/new/en/unesco/about-us/who-we-are/history/>. Acesso em: 20 maio 2018.

Downloads

Publicado

31/05/2019

Como Citar

Ferreira, A. A., & Miranda, D. N. (2019). Iberescena: reflexões sobre uma ferramenta de fomento. RELACult - Revista Latino-Americana De Estudos Em Cultura E Sociedade, 5(5). https://doi.org/10.23899/relacult.v5i5.1560

Edição

Seção

II - Seminário Latino-Americano de Estudos em Cultura