Fronteira-Sul: O Arquivo da Exterioridade

Autores

  • Edgar Cézar Nolasco UFMS

DOI:

https://doi.org/10.23899/relacult.v5i5.1457

Palavras-chave:

Crítica biográfica fronteiriça, Descolonialidade, Fronteira-sul, Exterioridade, Razão subalterna

Resumo

Tendo como lócus delimitado a fronteira-sul que faz divisa com os países Paraguai e Bolívia, o trabalho propõe uma discussão de base conceitual que privilegia, entre outros conceitos, os de exterioridade, fronteira, razão subalterna e gnose liminar, entre outros, por entender que tais conceitos são fundamentais para uma discussão que tem como preocupação maior um lócus fronteiriço, cuja realidade apresenta-se como um lugar “pós-abissal” por meio do qual atravessa a condição de sofrimento humano dos que ali vivem. Para a discussão proposta, foram essenciais os apontamentos críticos descoloniais feitos por Walter Mignolo, Boaventura de Sousa Santos, entre outros que partilham, inclusive, de abordagens diferentes, como Jacques Derrida com sua discussão acerca do conceito de arquivo.

Biografia do Autor

Edgar Cézar Nolasco, UFMS

Letras e PPGMEL

Referências

DERRIDA, J. Mal de arquivo. Trad. de Cláudia de Moraes rego. Rio de Janeiro: Relume Dumará, 2001.

MIGNOLO, W. Habitar la frontera: sentir y pensar la descolonialidad (antología, 1999-1014) Barcelona: CIDOB, 2015.

MIGNOLO, W. Histórias locais/Projetos globais. Trad. de Solange Ribeiro de Oliveira. Belo horizonte: Editora UFMG, 2003.

MIGNOLO, W. Desafios decoloniais hoje. Trad. de Marcos de Jesus Oliveira. Epistemologias do Sul, foz do Iguaçu/PR, 1 (1), PR. 12-32, 2017.

MIGNOLO. W. Desobediência epistêmica: a opção descolonial e o significado de identidade em política. Trad. de Ângela Lopes norte. Cadernos de letras da UFF – Dossiê Literatura, Língua e identidade, n.34, p. 287-324, 2008.

MIGNOLO. W. El vuelco de la razón. Buenos Aires: Del Signo, 2015.

NOLASCO, E. C. A (des)ordem epistemológica do discurso fronteiriço, p. 47-66. In: CADERNOS DE ESTUDOS CULTURAIS: ocidente/oriente: migrações. Campo Grande, vol.8, n.15, jan./jun. 2016.

NOLASCO, E. C. Memórias subalternas latinas: ensaio biográfico, p. 130-159. In: NOLASCO, E.C. Perto do coração selbaje da crítica fronteriza. São Carlos: Pedro & João Editores, 2013.

SANTIAGO, S. Silviano, o equilibrista. ENTREVISTA por José Castello. In: REVISTA OLYMPIO: literatura e arte. Belo Horizonte, maio de 2018, n.1. p .37-43.

SANTOS, B. de S. Para além do pensamento abissal: das linhas globais a uma ecologia dos saberes, p. 31-83. IN: SANTOS, B. de S.; MENESES, M. P. (org.) Epistemologias do Sul. São Paulo: Cortez, 2010.

SANTOS, B. de S. Um ocidente não-ocidentalista? A filosofia à venda, a douta ignorância e a aposta de Pascal, p.519-562. IN: SANTOS, B. de S.; MENESES, M. P. (org.) Epistemologias do Sul. São Paulo: Cortez, 2010.

Downloads

Publicado

31/05/2019

Como Citar

Nolasco, E. C. (2019). Fronteira-Sul: O Arquivo da Exterioridade. RELACult - Revista Latino-Americana De Estudos Em Cultura E Sociedade, 5(5). https://doi.org/10.23899/relacult.v5i5.1457

Edição

Seção

II - Seminário Latino-Americano de Estudos em Cultura

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>