Espaço do Ser Mais versus espaço do Ser Menos: Constatação do que não queremos para conseguirmos o que queremos.

Autores

  • Samuel Crissandro Tavares Ferreira Universidade Federal do Rio Grande - Brasil

DOI:

https://doi.org/10.23899/relacult.v4i0.1024

Palavras-chave:

Educação Popular, Cidade, Juventudes

Resumo

A concepção teórica desta pesquisa é basicamente apoiada em Paulo Freire (Ser Mais, Humanização) e em Karl Marx (Emancipação Humana).   Entendendo que o mesmo contexto trabalha na perspectiva político-pedagógica da educação popular, se fez necessário investigar através dos Indicadores Emancipatórios as contribuições do mesmo espaço para a emancipação e humanização das juventudes na/da cidade, e como isso potencializou e potencializa a suas vidas em uma dimensão ontológica. Esse artigo é resultado da dissertação de minha pesquisa de mestrado chamada E se a Cidade Fosse Nossa: A Educação Popular Contribui na Emancipação das Juventudes na Cidade?,e teve como principal dimensão conclusiva o entendimento de que a principal contribuição da educação popular é de um trabalho que permitisse um projeto de emancipação humana.

Referências

ARROYO, Miguel. Outros Sujeitos, Outras Pedagogias. São Paulo: Editora Cortez, 2015.

EGGERT, Edla. As Muitas Margens da Educação Popular. In: STRECK, Danilo R.; ESTEBAN, Maria Teresa (orgs.). Petrópolis, RJ: Vozes, 2013.

GADOTTI, Moacir. Pedagogia: diálogo e conflito. 3.ed. São Paulo: Cortez-Autores Associados, 1989.

MORETTI, Cheron Z.; EGGERT, Edla. Mulheres, Experiência e Mediação: encontros possíveis/necessários [?] entre a cidadania e a pedagogia. In: ADAMS, Telmo; STRECK,Danilo Romeu; MORETTI, Cheron Zanini (Organizadores) PesquisaEducação: mediações para a transformação social. 1.ed. Curitiba: Appris, 2017. P.45-63.

MORETTI, Cheron Moretti. REBELDIA/REBELIÃO. In: STRECK, Danilo R.; REDIN, Euclides; ZITKOSKI, Jaime José. Dicionário Paulo Freire. 2.ed. rev. Amp. 1. Reimp. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2010. P.345-348.

PALUDO, Conceição. Educação Popular como Resistência e Emancipação Humana. Cad. Cedes, Campinas, v. 35, n. 96, p. 219-238, maio-ago. 2015.

STRECK, Danilo R.; ADAMS, Telmo. Pesquisa participativa, emancipação e (des)colonialidade. 1.ed. Curitiba: CRV, 2014.

Downloads

Publicado

26/11/2018

Como Citar

Tavares Ferreira, S. C. (2018). Espaço do Ser Mais versus espaço do Ser Menos: Constatação do que não queremos para conseguirmos o que queremos. RELACult - Revista Latino-Americana De Estudos Em Cultura E Sociedade, 4. https://doi.org/10.23899/relacult.v4i0.1024

Edição

Seção

Dossiê: X Encontro e Diálogos com a Educação Ambiental (EDEA)