A GEOGRAFIA PANTANEIRA NA MÚSICA DE MATO GROSSO DO SUL: PAISAGENS DE VIDA, IDENTIDADES TERRITORIAIS

Márcio Santos Araujo, Icléia Albuquerque de Vargas

Resumo


Canções revelam paisagens, pertencimentos, cotidianos da identidade pantaneira. Neste trabalho objetivou-se analisar as representações de lugar e paisagem pantaneira na música regional sul-mato-grossense. Com base nos referenciais da perspectiva humanista e abordagem cultural na geografia, em especial Y-Fu TUAN, foram levantadas e analisadas as categorias de lugar e paisagem em canções do Grupo ACABA, importante representante da cultura musical pantaneira. A partir das relações simbólicas expressas nas canções, vislumbram-se lugares e paisagens do Pantanal. Foram identificados significados atribuídos aos espaços representados nas canções, confirmando o expresso na geografia humanista, que define o lugar como centro de valor simbólico para seus habitantes.


Palavras-chave


Música Regional; Lugar; Paisagem

Texto completo:

PDF

Referências


BRUM, J. ; SILVA, A. O. O Lugar da Música: A Música como potencialidade no ensino de conceitos geográficos. In: Revista de Ensino de Geografia, v. 6, p. 61-73, 2015.

CARNEY, G. O. Música e lugar. In: CORRÊA, R. L.; ROSENDAHL, Z. (Org.). Literatura, música e espaço. Rio de Janeiro: UERJ, 2007. p. 123-150

CORRÊA, R. L. Geografia: Conceitos e Temas. Rio de janeiro: Bertrand Brasil, 2000.

DARDEL, E. O homem e a terra: natureza da realidade geográfica. São Paulo: Perspectiva, 2011.

GOMES, P. C. da C. Geografia e Modernidade. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1996.

GUIZZO, José Octávio. A moderna música popular urbana de Mato Grosso do Sul. Campo Grande: UFMS, 2ª. Edição 2012.

HOLZER, W. Mundo e lugar: ensaio de geografia fenomenológica. In: MARANDOLA JR., E.; HOLZER, W.; OLIVEIRA, L. (Org.). Qual o espaço do lugar? São Paulo: Perpectiva, 2012.p. 281-304.

KONG, L. Música popular nas análises geográficas. In: CORRÊA, R. L.; ROSENDAHL, Z. (Org.). Cinema, música e espaço. Rio de Janeiro: UERJ, 2009. P. 129-175.

LE BOURLEGAT, C. A. Mato Grosso do Sul: um território platino de convergências e diversidade. In: SILVA, E. A.; ALMEIDA, R. A. (Org.). Território e Territorialidades em Mato Grosso do Sul. Londrina: UEL, 2012.

MOURA, L. D. M. de. Geopoética na cena mangue: Uma Analise do Conceito de lugar nas letras da Banda Chico Science e Nação Zumbi. Monografia de conclusão de curso. Geografia, UnB, Brasília 2014. Disponível em: http://bdm.unb.br/bitstream/10483/10252/1/2014_LucasDanielMedradodeMoura.pdf> Acesso em 28/05/2015.

MARANDOLA JR., E. Humanismo e abordagem cultural em geografia. Geografia, Rio Claro, v. 30, n 3. 393-419, set./dez. 2005.

RIBEIRO, M. A.; MORETTI, E.C. . Pantanal/MS/Brasil: A construção de novas Geografias. In: XII Colóquio Internacional de Geocrítica, 2012, Bogotá. XII Colóquio Internacional de Geocrítica, 2012.

SILVA J. S. V. DA & ABDON M. DE M Delimitação do Pantanal brasileiro e suas sub-regiões. Pesq. Agropec. Bras., Brasília, v. 33, Número Especial, p. 1703 – 1711, out. 1998.

SANTOS, M. Metamorfose do espaço habitado: fundamentos teórico e metodológico da geografia. São Paulo: HUCITEC, 1988.

TUAN, Yi-Fu, Espaço e Lugar: a perspectiva da experiência. São Paulo: DIFEL, 1983.

_________ Topofilia: um estudo da percepção, atitudes e valores do meio ambiente;(tradução de Lívia de Oliveira). Londrina: Eduel, 2012.

VARGAS, I. A. Território, identidade, paisagem e governança no Pantanal Matogrossense: um caleidoscópio da sustentabilidade complexa. Tese (doutorado). UFPR. 2006. Disponível em: http://www.acervodigital.ufpr.br/bitstream/handle/1884/3799/ICL?sequence=1 Acesso em 29 de maio de 2017.




DOI: http://dx.doi.org/10.23899/relacult.v3i3.617

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Márcio Santos Araujo

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

RELACult - Revista Latino-Americana de Estudos em Cultura e Sociedade

e-ISSN: 2525-7870

Facebook - Twitter - Instagram

Endereço eletrônico: relacult@claec.org


Qualis CAPES: B2 - Ensino; B4 - Interdisciplinar; B5 - Ciência Política e Relações Internacionais; B5 - Comunicação e Informação; B5 - Letras/Linguística; B5 - Ciências Agrárias I; C - Ciências Biológicas II; C - Direito; C - História e C - Sociologia.

 

Responsável Editorial:

Editora CLAEC - Centro Latino-Americano de Estudos em Cultura

www.claec.org/editora

Endereço eletrônico: editora@claec.org