Agricultura familiar, agroecologia e desenvolvimento sustentável: análise fotográfica da revista Agroecologia e Desenvolvimento Rural Sustentável-EMATER/RS

João Gabriel da Silva Brito, Betania Araújo Maciel

Resumo


O objetivo deste trabalho é analisar fotografias de agricultores familiares publicadas na revista Agroecologia e Desenvolvimento Rural Sustentável - EMATER/RS no período de 2000 a 2002. A revista Agroecologia e Desenvolvimento Rural Sustentável- EMATER/RS publica desde o ano 2000, artigos, entrevistas, relatos de experiência que debatem os conhecimentos e transformações no mundo rural por meio da luz da Agroecologia e do Desenvolvimento Rural Sustentável. Neste sentido, propomos uma discussão sobre agricultores familiares e desenvolvimento rural. Para embasar esta análise fotográfica, foram utilizados: análise documental, análise de conteúdo partindo da leitura de José de Souza Martins (2008) e Boris Kossoy (2008) que indicam maneiras e estratégias de apreciação de imagens fotográficas.

 


Palavras-chave


Agricultura familiar; desenvolvimento sustentável; agroecologia; EMATER/RS.

Texto completo:

PDF

Referências


ALTAFIN, Iara. Reflexões sobre o conceito de agricultura familiar. Redes Regionais de Agroecologia, Embrapa, 26 abr. 2007. Disponível em: < http://mstemdados.org/sites/default/files/Reflex%C3%B5es%20sobre%20o%20conceito%20de%20agricultura%20familiar%20-%20Iara%20Altafin%20-%202007_0.pdf>. Acesso em: 09 nov. 2014.

ALVES, Ademário. LIMA, Hunaldo. Agricultura familiar. Disponível em: < http://linux.alfamaweb.com.br/sgw/downloads/141_113859_AgriculturaFamiliar.pdf >. Acesso em: 09 nov. 2014.

ALVES, V. et al. O Associativismo na Agricultura Familiar dos Estados da Bahia e Minas Gerais: potencialidades e desafios frente ao Programa de Aquisição de Alimentos (PAA).In:V Encontro Nacional de Pesquisadores em Gestão Social (ENAPEGS), 5.,2011. Anais... Florianópolis: Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC) / Centro de Ciências da Administração e Sócio-Econômicas (ESAG), 2011. p. 4-9.

ANTUNES, R. L. et al. Programa nacional de crédito da agricultura familiar e impactos nas economias locais no estado do Paraná. Economia & Região., Londrina, v.1, n.1, jan./jul. 2013. p. 69-90.

BARENHO, Cíntia Pereira.; MACHADO, Carlos RS. Contribuições do Marxismo e da Etnoecologia para o estudo das relações socioambientais. In: V Colóquio Internacional Marx e Engels, 5., 2007, Campinas. Anais... Campinas: Centro de Estudos Marxistas (Cemarx) da Unicamp, 2007. p. 2.

BENTHIEN, Patrícia Faraco. ONGs e agroecologia no Brasil. Brasileira de Agroecologia., Rio Grande do Sul, v.2, n.1, fev. 2007. p.25.

CARMO, Maristela Simões do. Agroecologia: novos caminhos paraa agricultura familiar. Tecnologia & Inovação Agropecuária., São Paulo, v.1, n.2, p. 34-38, dez. 2008.

CALLOU, Angelo Brás Fernandes. Extensão rural: polissemia e resistência. In: XLIV Congresso da Sociedade Brasileirade Economia e Sociologia Rural (Sober), 44., 2006, Fortaleza. Anais... Fortaleza: Questões Agrárias, Educação no Campo e Desenvolvimento, 2006. p.6.

CAPORAL, F. R.; COSTABEBER, J. A. Agroecologia e desenvolvimento rural sustentável: perspectivas para uma nova extensão rural. Agroecologia e Desenvolvimento Rural Sustentável., Porto Alegre, v.1, n.1, jan./mar. 2000. p.25-27.

CAZELLA, Ademir.A.; BONNAL, Philippe.; MALUF, Renato.S. (Orgs.) Agricultura familiar, multifuncionalidade e desenvolvimento territorial no Brasil. Rio de Janeiro: Mauad X, NEAD, IICA, 2009. p. 47-56.

DINIZ, Ellen Rúbia. AGRICULTOR FAMILIAR. PRONATEC. Disponível em: < http://200.17.98.44/pronatec/wp-content/uploads/2012/07/af.pdf>. Acesso em: 09 nov. 2014.

FAGUNDES, L. A. F. Desenvolvimento agrário: o contexto da ocupação da terra nos assentamentos rurais do município de matos costa-sc. 2013. 114f. Dissertação (Mestrado em desenvolvimento regional), Universidade do Contestado – UnC, Santa Catarina. 2013.

GUHUR, Dominique Michèle Perioto.;TONÁ, Nilciney. Agroecologia. In: Caldart, R. S. et al. (org.) Dicionário da educação no campo. Rio de Janeiro, São Paulo: Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio, Expressão Popular, 2012. p. 59-67.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. IBGE CIDADES. Disponível em: <. http://www.cidades.ibge.gov.br/xtras/perfil.php?lang=&codmun=431490&search=rio-grande-do-sul|porto-alegre >. Acesso em: 09 nov. 2014.

JUNQUEIRA, Clarissa Pereira.; Lima, Jandir Ferrera de. Políticas públicas para a agricultura familiar no Brasil. Semina: Ciências Sociais e Humanas., Londrina, v. 29, n. 2, jul./dez. 2008. p. 159-176.

KOSSOY, Boris. Fotografia e paisagem: o explícito e o oculto nas representações fotográficas. Comunicação e Linguagens., Lisboa, n. 39. 2008. p. 133-142.

LIMA, Irenilda de Souza; ROUX, Bernard. As Estratégias de comunicação nas políticas públicas de assistência técnica e extensão rural para agricultura familiar no Brasil. In: CIMADEVILLA, Gustavo. Comunicación, Tecnologia y desarrollo. Argentina: Editora da Universidad Nacional de Rio Cuardo. 2008. p. 91-98.

MARTINS, José de Souza. Sociologia da fotografia e da imagem. São Paulo: Contexto, 2008.

MILANEZ, Francisco. Desenvolvimento sustentável. In: CATTANI, Antonio David (Org.). A outra economia. Porto Alegre: Veraz Editores, 2003. p. 76-84.

MORAIS, Marcus Vinicius Pratini de. Plano Agrícola Ano Safra 2000/2001. Ministro da Agricultura e do Abastecimento. Disponível em: < http://www.agricultura.gov.br/arq_editor/file/Ministerio/planos%20e%20programas/pap%202000%202001.pdf>. Acesso em: 09 nov. 2014.

MOREIRA, Roberto J. Críticas ambientalistas à Revolução Verde. Estudos Sociedade e Agricultura, Rio de Janeiro, n.15, out. 2000. Disponível em: < http://r1.ufrrj.br/esa/V2/ojs/index.php/esa/article/view/176/172 >. Acesso em: 30 out. 2014.

OLIVEIRA, Larissa Pascutti de. Zygmunt Bauman: a sociedade contemporânea e a sociologia na modernidade líquida. Sem aspas, Araraquara., São Paulo, v.1, n.1. 2012. p. 25-36.

PIMENTEL, Alessandra. O método da análise documental: seu uso numa pesquisa historiográfica. Cadernos de Pesquisa., n. 114, nov. 2001. p. 179-195.

PIRES, Maria Luiza Lins e Silva. Cooperativismo e dinâmicas produtivas em zonas desfavorecidas: o caso das pequenas cooperativas agrícolas do sul da França. Sociologias., Porto Alegre, v.13, n.26, jan./abr. 2011. p. 230.

PREFEITURA DE PORTO ALEGRE. Histórico da cidade. Disponível em: < http://www2.portoalegre.rs.gov.br/turismo/default.php?p_secao=257>. Acesso em: 09 nov. 2014.

SILVA, Cristiane Rocha; GOBBI, Beatriz Christo; Simão, Ana Adalgisa. O uso da análise de conteúdo como uma ferramenta para a pesquisa qualitativa: descrição e aplicação do método. Lavras., Minas Gerais, v.7, n.1. 2005. p.53-66.

SILVA, José Ribeiro da. JESUS, Paulo de. Os desafios do novo rural e as pespectivas da agricultura familiar no Brasil. In: V Congresso Norte-Nordeste de Pesquisa e Inovação (CONNEPI), 5., 2010, Maceió. Anais... Maceió: Centro de Convenções de Maceió, 2010. p.1-2.

TONNEAU, Jean-Philippe.; AQUINO, Joacir Rufino de.; TEIXEIRA, Olívio Alberto. Modernização da agricultura familiar e exclusão social: o dilema das políticas agrícolas. Cadernos de Ciência & Tecnologia., Brasília, v. 22, n. 1, jan./abr. 2005. p. 67-82.

WANDERLEY, Maria Nazareth Baudel. O agricultor familiar no Brasil: um ator social da construção do futuro. In:: Petersen, Paulo (org.). Agricultura familiar camponesa na construção do futuro. Rio de Janeiro: AS- PTA, 2009. p. 33-45.




DOI: http://dx.doi.org/10.23899/relacult.v2i4.254

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 João Gabriel da Silva Brito, Betania Araújo Maciel

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Qualis CAPES (2013-2016):

B2 - Ensino; B4 - Interdisciplinar; B5 - Ciência Política e Relações Internacionais; B5 - Comunicação e Informação; B5 - Letras/Linguística; B5 - Ciências Agrárias I; C - Ciências Biológicas II; C - Direito; C - História e C - Sociologia.

 

e-ISSN 2016/Atual: 2525-7870 | e-ISSN 2015/2016: 2447-018X

Realização:

Editora CLAEC - Centro Latino-Americano de Estudos em Cultura

Endereço Eletrônico: relacult@claec.org


Contador disponível desde 05/2016.

universidades e ensino superior
contador de visitas