Racismo e preconceito contra os Avá-Guarani em Guaíra e Terra Roxa no Paraná.

Rosangela Daiana dos Santos

Resumo


Os casos de preconceito e racismo contra as comunidades indígenas em Guaíra e Terra Roxa no Paraná é preocupante e vem se agravando com o passar dos anos, a partir das análises feitas neste artigo trataremos das abordagens sobre o racismo, o preconceito e os casos onde os indígenas são reprimidos e excluídos da sociedade onde estão inseridos, como consequências de campanhas anti-indígenas lançadas por políticos. No decorrer deste artigo trataremos de discussões de uma reunião que ocorreu em uma comunidade indígena em Guaíra - PR em junho de 2016; contextualizaremos os processos históricos que levaram a matança dos povos indígenas, relacionando-a com acontecimentos dos últimos anos e as violações dos direitos indígenas. Na atualidade faz-se necessário a conscientização da população, dessa forma discutiremos soluções que podem ser tomadas para tentar mudar o rumo desses acontecimentos.


Palavras-chave


Preconceito; indígenas; Avá-Guarani.

Texto completo:

PDF

Referências


BERGOLD, Raul Cezar. O contexto, a ideologia e a pratica da Marcha para o Oeste. In: Os Avá-guarani no Oeste do Paraná: (re)existência em Tekoha Guassu Guavira. Letra da Lei, 2016.

BRIGHENTI, Clovis Antonio. SANTOS, Rosângela Daiana dos. Encobrimento Indígena no processo de colonização do oeste do Paraná. Revista SURES: https://ojs.unila.edu.br/ojs/index.php/sures, Ano: 2017, fev, Número: 9, pág. 113-131.

CANDAU, Vera Maria. Direitos humanos, educação e interculturalidade: as tensões entre igualdade e diferença. Revista Brasileira de Educação v. 13 n. 37 jan./abr. 2008.

CARVALHO, Maria Lúcia Brant. Das Terras dos Índios a Índios Sem Terra, O Estado e os Guarani do Oco’y: Violência Silêncio e Luta. (Tese de doutorado em Geografia) São Paulo/SP: Universidade de São Paulo, 2013.

CNDH – CONSELHO NACIONAL DOS DIREITOS HUMANOS. Relatório do Grupo de Trabalho sobre os Direitos dos Povos Indígenas, Brasília, 2016.

Comissão Guarani Yvyrupa. Relatório sobre as violações de Direitos Humanos contra os Avá-Guarani no Oeste do Paraná. Guaíra e Terra Roxa. Agosto de 2017.

Comissão Nacional da Verdade. Relatório / Comissão Nacional da Verdade. – Brasília: CNV, 2014.

CUNHA, Manuela Carneiro. História dos índios no Brasil. São Paulo: Companhia das Letras, 1992.

DEPRÁ, Giseli. O lado de Itaipu e a luta do Avá-Guarani pela terra: representações na imprensa do Oeste do Paraná (1976-2000). Dourados: UFGD, 2006. Tese de Mestrado.

Distribuição geográfica dos treze tekohas em Guaíra e Terra Roxa. Rede Brasil Atual. 11/07/2014. Disponível em: http://www.redebrasilatual.com.br/cidadania/2014/07/guaranis-do-parana-resistem-a-preconceito-enquanto-exigem-demarcacoes-na-fronteira-com-paraguai-6739.html Acessado em 28/06/2017.

FABRINI, João Edmilson et al. Conflitos entre Ruralistas, Camponeses e Indígenas no Paraná. Boletim Data Luta, Núcleo de Estudos, Pesquisas e Projetos de Reforma Agrária – NERA: Presidente Prudente, dezembro de 2013,n72.ISSN2177-446.

GREGORY,Valdir.Os eurobrasileiros e o espaço colonial: migrações no Oeste do Paraná (194070). Cascavel/PR: EDUNIOESTE, 2002.

LADEIRA, Maria Inês. FARIA, Camila Salles de. Os Avá-Guarani em YVY MBYTE, centro da Terra e processos de transformação de seu território. In: Os Avá-guarani no Oeste do Paraná: (re)existência em Tekoha Guassu Guavira. Letra da Lei, 2016.

Lei nº 11.645/2008, de 10 de março de 2008. Altera a lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, modificada pela Lei nº 10.639, de 9 de janeiro de 2003, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, para incluir no currículo oficial da rede de ensino a obrigatoriedade da temática “História e cultura Afro-Brasileira e indígena”. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 2008. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2008/lei/l11645.htm Acessado em: 23/07/2017.

MANCINI, Ana Paula G.; TROQUEZ, Marta C. C. Desconstruindo estereótipos: apontamentos em prol de uma prática educativa comprometida eticamente com a temática indígena. Tellus, ano 9, n. 16, jan./jun. 2009. PP. 181-206.

MASUZAKI, Teresa Itsumi. A luta dos povos Guarani no extremo oeste do Paraná. Revista Pegada – vol. 16, n. especial, maio/2015.

OLIVEIRA, Diogo de. Sobre os índios guairenses e a FUNAI. O Paranazão, 27 abril.2013.

PACKER, Ian. Violação dos direitos humanos e territoriais dos Guarani no Oeste do Paraná (1946-1988): Subsídio para a Comissão Nacional da Verdade. Centro de Trabalho Indigenista, outubro de 2013. Disponível em www.trabalhoindigenista.org.br, acessado em maio de 2017.

PRÉCOMA, Adriele Fernanda Andrade. NOGUEIRA. Caroline Barbosa Contente, PEREIRA, Elis Cristina Alves. Resistencia Avá-Guarani no Oeste do Paraná sob constante violação de direitos fundamentais. In: Os Avá-guarani no Oeste do Paraná: (re)existência em Tekoha Guassu Guavira. Letra da Lei, 2016.

PRIORI, A., et al. História do Paraná: séculos XIX e XX. Maringá: Eduem, 2012. A história do Oeste Paranaense. pp. 75-89.

SILVA, Liliana Amin Lima da. Justiça de Transição dos Avá Guarani: A necessária Política de reparações e restituição de terras pelas violações cometidas durante a ditadura militar. In: Os Avá-guarani no Oeste do Paraná: (re)existência em Tekoha Guassu Guavira. Letra da Lei, 2016.

SOUZA FILHO, Carlos Frederico Marés de. II. MAMED, Daniele de Ouro. III. CALEIRO, Manuel Munhoz. IV. BERGOLD, Raul Cezar. Os Avá-guarani no Oeste do Paraná: (re)existência em Tekoha Guassu Guavira. Letra da Lei, 2016.

TROQUEZ, Marta Coelho Castro. Etnocentrismo, História e historiografia: uma reflexão a respeito da História Indígena no Brasil. In: CONGRESSO DA SOCIEDADE DE ARQUEOLOGIA BRASILEIRA, 13, 2005, Campo Grande. Anais. Campo Grande: Sociedade Brasileira de Arqueologia, 2005. 1 CD-ROM. ISBN 85-8852-333-7.




DOI: http://dx.doi.org/10.23899/relacult.v3i3.587

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Rosangela Daiana dos Santos

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

RELACult - Revista Latino-Americana de Estudos em Cultura e Sociedade

e-ISSN: 2525-7870

Facebook - Twitter - Instagram

Endereço eletrônico: relacult@claec.org


Qualis CAPES: B2 - Ensino; B4 - Interdisciplinar; B5 - Ciência Política e Relações Internacionais; B5 - Comunicação e Informação; B5 - Letras/Linguística; B5 - Ciências Agrárias I; C - Ciências Biológicas II; C - Direito; C - História e C - Sociologia.

 

Responsável Editorial:

Editora CLAEC - Centro Latino-Americano de Estudos em Cultura

www.claec.org/editora

Endereço eletrônico: editora@claec.org