Una mirada brasileña hacia el Vivir Bien/Buen Vivir: A cobertura da Folha de S. Paulo sobre a reforma constitucional da Bolívia

Domingos Alves de Almeida

Resumo


Este artigo tem por objetivo analisar a abordagem da imprensa brasileira sobre a reforma constitucional boliviana, a partir da cobertura do jornal Folha de S. Paulo, um dos maiores e mais influentes jornais brasileiros, tomando como recorte temporal os meses de janeiro e fevereiro de 2009, período em que a nova Constituição da Bolívia foi colocada para votação e aprovada em referendo nacional. Como suporte metodológico, recorremos à pesquisa bibliográfica, revisão de literatura e a Análise de Discurso (AD) de orientação francesa.  Como fundamentação teórica, adotamos a perspectiva epistêmica decolonial. E, no que concerne ao campo jornalístico, utilizamos os preceitos da Teoria Construcionista da notícia, com o intuito de refletir sobre a operacionalização das empresas de mídia na “fabricação” das notícias.


Palavras-chave


Reforma Constitucional; Bolívia; Folha de S. Paulo; Discurso

Texto completo:

PDF

Referências


Referências

Almeida, D. A. A representação do poder político no maranhão no Jornal Folha de São Paulo. Monografia (Graduação em Comunicação Social) Curso de Bacharelado em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo, Centro de Ciências Sociais, Saúde e Tecnologia de Imperatriz Maranhão (CCSST) / Universidade Federal do Maranhão (UFMA), 2015.

ACOSTA, A. El «buen vivir» para la construcción de alternativas. Transcripción de la conferencia dictada em la clausura del Encuentro Latinoamericano del Foro Mundial de Alternativas, realizado en Quito del 26 al 29 de febrero de 2008. Revista Casa de las Américas No. 251, Quito, 2008.

BAUTISTA, R. El nuevo horizonte civilizatorio del “Vivir Bien”. In: FARAH, I.; TEJERINA, V. (org.), Vivir bien: Infancia, genero y economia: Entre la teoría y la práctica. Weinberg, La Paz – Bolivia, 2013.

BOLÍVIA. Constitución Política del Estado Plurinacional de Bolivia. La Paz, Bolívia, 2009.

CÉSPEDES, D. C. Hacia la reconstrucción del Vivir Bien. Revista América Latina em movimentos, Bolívia, 2010.

CRONOLOGIA. Folha de S. Paulo. São Paulo, 2004. Disponível em: http://almanaque.folha.uol.com.br/ditadura_cronologia.htm. Acesso em: 12 mar 2015.

DIAS, A. B. As memórias da Folha de S. Paulo durante o regime militar no Brasil: o processo de construção de uma identidade a partir de suas lembranças e esquecimentos. Revista Estudos em Comunicação, v. 10, p. 127-153, 2011. Disponível em: http://www.ec.ubi.pt/ec/10/pdf/EC10-2011Dez-07.pdf. Acesso em: 22 mar 2014.

FRIGGERI, F. P. “Alteridad constitucional”. Nuevo constitucionalismo y principios indígenas: de la incoherencia a la revolución. Cadernos Prolam/USP 13 (25): p. 173-187, São Paulo, 2014.

MAIORES Jornais do Brasil. Associação Nacional de Jornais. Brasília, 2014. Disponível em: http://www.anj.org.br/maiores­jornais­do­brasil/. Acesso em 10 de nov de 2015.

MAMANI, F. H. Cosmovisión andina y Vivir Bien. In: FARAH, I.; TEJERINA, V. (org.), Vivir bien: Infancia, genero y economia: Entre la teoría y la práctica. Weinberg, La Paz – Bolivia, 2013.

ORLANDI, E. Análise de Discurso: Princípios & Procedimentos. São Paulo: Pontes Editores, 2010.

QUIJANO, A. “Bien vivir”: entre el “desarrollo” y la des/colonialidad del poder. Revista VIENTO SUR Número 122/Mayo 2012.

TASCHNER, G. Folhas ao Vento: análise de um conglomerado jornalístico no Brasil. 1ª. ed. - Rio de Janeiro: paz e terra, 1992.

WALSH, C. Interculturalidad, plurinacionalidad y decolonialidad: las insurgencias político-epistémicas de refundar el Estado. Bogotá – Colombia: Tabula Rasa. No.9: 131-152, julio-diciembre 2008.

Edições do jornal Folha de S. Paulo consultadas

FOLHA DE S. PAULO. São Paulo. 16, jan. 2009

FOLHA DE S. PAULO. São Paulo. 25, jan. 2009

FOLHA DE S. PAULO. São Paulo. 25, jan. 2009

FOLHA DE S. PAULO. São Paulo. 25, jan. 2009

FOLHA DE S. PAULO. São Paulo. 27, jan. 2009

FOLHA DE S. PAULO. São Paulo. 27, jan. 2009




DOI: http://dx.doi.org/10.23899/relacult.v3i2.446

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Domingos Alves de Almeida

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Qualis CAPES (2013-2016):

B2 - Ensino; B4 - Interdisciplinar; B5 - Ciência Política e Relações Internacionais; B5 - Comunicação e Informação; B5 - Letras/Linguística; B5 - Ciências Agrárias I; C - Ciências Biológicas II; C - Direito; C - História e C - Sociologia.

 

e-ISSN 2016/Atual: 2525-7870 | e-ISSN 2015/2016: 2447-018X

Realização:

Editora CLAEC - Centro Latino-Americano de Estudos em Cultura

Endereço Eletrônico: relacult@claec.org


Contador disponível desde 05/2016.

universidades e ensino superior
contador de visitas