A juventude da periferia na escola: o que é problema?

Michele Lopes Leguiça, Alinne de Lima Bonetti

Resumo


Este artigo objetivou problematizar a noção de “aluna/o-problema”, inicialmente definida por critérios como baixo rendimento escolar, indisciplina, recuperação paralela, com vistas a compreender como tal noção é apropriada e resignificada pelos diferentes sujeitos da comunidade escolar e como opera na construção de identidades das/os estudantes Para tanto, utilizou-se a metodologia de pesquisa qualitativa, a partir da abordagem de Estudo de Caso, entre estudantes do 7º ano de uma Escola Municipal de um bairro periférico da cidade de Uruguaiana/RS. Concluiu-se que a noção de “aluna/o- problema” guarda uma complexidade de sentidos e aponta para o encontro entre universos simbólicos e visões de mundo distintos no espaço escolar, constituídos por marcadores sociais da diferença que se interseccionam, tais como gênero, raça, classe. Ao descortinar esses significados implícitos, esta pesquisa buscou contribuir para o repensar das alteridades no contexto escolar e das relações de ensinagem e aprendizagem. Levando-se em conta que a construção das identidades sociais é um processo relacional, dinâmico e transitório, foi relevante problematizar os diferentes significados atribuídos à noção de problema, de forma a produzir conhecimento sobre essa realidade e, assim, contribuir para a sua transformação.


Palavras-chave


aluna/o-problema, indisciplina, identidade

Texto completo:

PDF

Referências


FLICK, Uwe. Introdução á pesquisa qualitativa / Uwe Flick ; tradução Joice Elias Costa. – 3. Ed. – Porto Alegre: Artmed, 2009

FONSECA, Claudia- Caminhos da Adoção. São Paulo: Cortez, 1995.

___________. Amor e família: vaca sagrada de nossa época? In D’INCAO, Maria Angela e et al. Amor e família no Brasil. São Paulo: Contexto,1989.

HALL, Stuart. A centralidade da cultura: notas sobre as revoluções culturais do nosso tempo. Educação & Realidade, Porto Alegre, v. 22, nº 2, jul./dez.1997

MORIN, Edgar, 1921- Os sete saberes necessários à educação do futuro/ Edgar Morin; tradução de Catarina Eleonora F. da Silva e Jeanne Sawaya; revisão técnica de Edgard de Assis Carvalho. – 2. Ed.rev. – São Paulo: Cortez; Brasilia, DF: UNESCO, 2011

SILVA, Tomaz Tadeu da. Documentos de Identidade. Uma introdução ás teorias do currículo/Tomaz Tadeu. - 3. Reimp – Belo Horizonte: Autentica 2011.




DOI: http://dx.doi.org/10.23899/relacult.v2i4.313

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Michele Lopes Leguiça, Alinne de Lima Bonetti

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Qualis CAPES (2013-2016):

B2 - Ensino; B4 - Interdisciplinar; B5 - Ciência Política e Relações Internacionais; B5 - Comunicação e Informação; B5 - Letras/Linguística; B5 - Ciências Agrárias I; C - Ciências Biológicas II; C - Direito; C - História e C - Sociologia.

 

e-ISSN 2016/Atual: 2525-7870 | e-ISSN 2015/2016: 2447-018X

Facebook - Twitter - Instagram

Realização:

Editora CLAEC - Centro Latino-Americano de Estudos em Cultura

Endereço Eletrônico: relacult@claec.org


Contador disponível desde 05/2016.

universidades e ensino superior
contador de visitas