Dekasseguis e as Penitenciárias: pesquisando as fronteiras entre o Brasil e o Japão.

Nathan Bueno Macêdo, Letícia Nuñez Almeida

Resumo


Quando se discute sobre a situação atual dos presídios no Brasil e os altos índices de violência vividos na sociedade brasileira, facilmente são encontrados discursos sobre as prisões estrangeiras as quais seriam modelos para uma “solução” ao problema da nossa inchada massa carcerária. Como é o caso dos sistemas penitenciários americanos e japonês, as quais adotam a pena de morte como punição à prática de crimes hediondos. Não raro a mídia e o senso comum associam o baixo índice de violência desses países à rigidez e ao temor pela pena de morte. Nesse contexto, o presente estudo visa compreender em que medida esses “achismos” se aproximam da realidade, buscando investigar como diferentes Estados vêm desenvolvendo as suas políticas públicas penitenciárias, tanto para os seus “nacionais” quanto para os estrangeiros/imigrantes. Nesse sentido, a pesquisa tem como recorte empírico as experiências do Brasil e do Japão, e visa apresentar algumas questões da complexa rede formada de relações internacionais privadas e públicas, analisando em que medida a realidade dos dois países se afasta e/ou se aproxima.

Palavras-chave


dekassegui; relações nipo-brasileiras; imigração

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.23899/relacult.v1i02.133

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2015 Nathan Bueno Macêdo

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Qualis CAPES (2013-2016):

B2 - Ensino; B4 - Interdisciplinar; B5 - Ciência Política e Relações Internacionais; B5 - Comunicação e Informação; B5 - Letras/Linguística; B5 - Ciências Agrárias I; C - Ciências Biológicas II; C - Direito; C - História e C - Sociologia.

 

e-ISSN 2016/Atual: 2525-7870 | e-ISSN 2015/2016: 2447-018X

Facebook - Twitter - Instagram

Realização:

Editora CLAEC - Centro Latino-Americano de Estudos em Cultura

Endereço Eletrônico: relacult@claec.org


Contador disponível desde 05/2016.

universidades e ensino superior
contador de visitas